Polícia caça adolescente que quer "o assassinato de todos os cristãos", na Bélgica

Em um vídeo, o rapaz chega a 'orar' para Alá e diz aos cristãos que irá assassiná-los em suas casas e nas ruas.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 9 Agosto de 2016 as 4:50

"Eu vou assassinar todos vocês em suas casas e nas ruas", diz o adolescente no vídeo. (Imagem: Telegraph).
"Eu vou assassinar todos vocês em suas casas e nas ruas", diz o adolescente no vídeo. (Imagem: Telegraph).

A polícia belga está à caça um adolescente que tem pedido "o assassinato de todos os cristãos" em um vídeo, postado em um site francês. O jornal britânico 'Telegraph' afirmou que o vídeo no qual o garoto ameaça os cristãos foi divulgado pelo próprio Estado Islâmico.

O menino, que foi identificado e está em uma lista de indivíduos radicalizados, acrescenta: "Oh Allah mate todos eles. Não poupe nenhum deles".

O prefeito da cidade Verviers, Muriel Targnion disse que o vídeo está sendo levado a sério e pediu à polícia para rastrear o menino "como uma questão de urgência".

Uma fonte da polícia disse que o adolescente, que é filho de um imã radical local, representa uma "ameaça séria" à população e eles queriam localizá-lo "o mais rápido possível".

O jornal belga 'La Meuse Regional' informou que o adolescente é o filho de um imã radical local, El Alami Amaouch, que atualmente enfrenta a deportação para a Holanda.

Amaouch é declaradamente imã em uma mesquita na aldeia de Dison, perto de Verviers, e tem nacionalidade holandesa, mas é de origem marroquina.

O Ministro para o Asilo e Migração da Bélgica, Theo Francken, disse que as autoridades tinham repetidamente tentado extraditar Amaouch para a Holanda, mas ele tinha apelado e isso adiou a deportação.

"Temos tentado tirá-lo do país desde o ano passado, mas ele apelou para atrasar o processo", disse Francken VRT News. "Só espero que o Conselho de Estrangeiros o deporte rapidamente".

Francken afirmou que o imã foi o "pai espiritual" de uma célula terrorista em Verviers.

Em janeiro de 2015, a polícia desarticulou uma célula extremista suspeita, em Verviers. As autoridades disseram que o objetivo dos terroristas era sequestrar um funcionário belga de alto escalão e decapitá-lo ao vivo.

No mês passado, um padre belga foi esfaqueado após deixar um requerente de asilo tomar banho em sua casa. Não houve sugestão de que o incidente foi o relacionado a um ato terrorista.

veja também