Pré-candidato à presidência dos EUA afirmou que empresas têm o direito de recusar serviços a casamentos gays

Jeb Bush afirmou que este não deveria ser um assunto polêmico nos dias de hoje, mas ainda é.

fonte: Guiame, com informações do Christian Head Lines

Atualizado: Terça-feira, 19 Maio de 2015 as 4:33

Jeb Bush é ex-governador da Califórnia e pretende se candidatar à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano.
Jeb Bush é ex-governador da Califórnia e pretende se candidatar à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano.

Planejando candidatar-se à presidência dos Estados Unidos, o ex-governador da Califórnia, Jeb Bush falou sobre os direitos das empresas fundadas e comandadas por cristãos, em uma recente entrevista concedida ao 'Christian Broadcasting Network'.

O candidato republicano confessou acreditar que as empresas cujos proprietários são cristãos devem ser autorizadas a negar a prestação de serviços para casamentos entre pessoas do mesmo, caso isto venha a violar suas crenças religiosas.
 
Quando o entrevistador Brody File perguntou a Bush sobre o assunto, o pré-candidato presidencial respondeu: "Sim, com certeza, se esta decisão for baseada em uma crença religiosa."
 
Ele continuou: "Um país grande, um país tolerante deveria ser capaz de descobrir a diferença entre discriminar alguém por causa de sua orientação sexual e não forçar alguém a participar de um casamento que vá contra suas crenças morais. Isso não deve ser tão complicado, mas... puxa vida! Agora é".
 
O jornal 'Huffington Post' realtou que Bush é um opositor legal ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e reiterou a sua posição de que "temos de ser corajosos defensores do casamento tradicional", na entrevista.

Em uma entrevista anterior, Bush disse que poderia até participar / assistir à cerimônia um casamento entre pessoas do mesmo sexo se ele fosse um amigo próximo ou membro da família, mas ainda assim, não iria apoiar o estilo de vida.

veja também