Professora é acusada por ateus após mostrar a cruz na sala de aula

A professora Sanromán foi denunciada através da Assossiação Americana Humanista (AHA, de acordo com sigla em inglês) pelo pai de um dos alunos, que é ateu, e acredita que suas ações foram erradas.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 17 Setembro de 2015 as 12:10

A professora foi acusada de usar sua posição para "proselitizar" seus alunos a uma denominação religiosa.
A professora foi acusada de usar sua posição para "proselitizar" seus alunos a uma denominação religiosa.

 

Para ensinar aos alunos que ninguém é perfeito, e que apenas o "nosso Senhor é", uma professora norte-americana colocou mostrou uma cruz na sala de aula. No entanto, seu nobre ensino colocou sua reputação e trabalho em risco.

De acordo com o News Network Christian, a professora Sanromán foi denunciada através da Assossiação Americana Humanista (AHA, de acordo com sigla em inglês) pelo pai de um dos alunos, que é ateu, e acredita que suas ações foram erradas.

Na carta, enviada pela AHA ao Distrito Escolar de Brownsville, no Texas, a professora é acusada de usar sua posição para "proselitizar" seus alunos a uma denominação religiosa. "Os alunos não-cristãos e suas famílias não devem se submeter ao proselitismo cristão no que deveria ser uma escola pública secular", disse David Noise, diretor jurídico da AHA.

Lamentando o rompimentos dos princípios cristãos na América, Heather Clark, do Christian News, citou uma lei que foi promulgada há alguns anos nos Estados Unidos.

"As coisas estão realmente diferente agora em comparação com antes, quando foram promulgadas leis que incentivavam as pessoas a aprender a ler com a Bíblia", disse Clark, se referindo a lei "The Old Deluder Satan Act" (O ato do velho enganador Satanás), que exigia que as crianças aprendessem a ler para conseguir acessar as Escrituras e se manter informadas sobre as armadilha de Satanás.

Clark também relembrou que, no início de 1900, "The New England Primer" (A cartilha de New England) foi imposta em muitas escolas do país. A cartilha ajudou muitas crianças aprender a ler usando as Escrituras.

veja também