Quem teve menos parceiros na vida de solteiro é mais feliz no casamento, diz estudo

Segundo a pesquisa, as experiências do passado — especialmente as que se tratam de amor, sexo e crianças — estão associadas a futura felicidade conjugal.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 7 Abril de 2016 as 4:12

As experiências do passado — especialmente as que se tratam de amor, sexo e crianças — estão associadas a futura felicidade conjugal. (Foto: Reuters)
As experiências do passado — especialmente as que se tratam de amor, sexo e crianças — estão associadas a futura felicidade conjugal. (Foto: Reuters)

Pessoas que tiveram um número menor de parceiros sexuais antes do casamento são mais propensas e terem uniões felizes, de acordo com um novo estudo da organização National Marriage Project.

Os resultados do estudo contraria a ideia de que os acontecimentos da juventude não têm efeito sobre o restante da vida de um indivíduo. Segundo a pesquisa, as experiências do passado — especialmente as que se tratam de amor, sexo e crianças — estão associadas a futura felicidade conjugal.

As conclusões foram retiradas de um estudo nacional desenvolvido pela Universidade de Denver e financiado pelo Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos Estados Unidos.

No processo da pesquisa, mais de mil americanos que estavam em um relacionamento, mas não eram casados, com idades entre 18 e 34 anos, foram recrutados entre 2007 e 2008. Ao longo dos próximos cinco anoss, 418 dessas pessoas se casaram. Os estudiosos observaram esses 418 novos casamentos de perto, examinando a história do casal, suas experiências românticas anteriores e a qualidade de seus casamentos.

Galena Rhoades e Scott M. Stanley, pesquisadores na Universidade de Denver, especulam que pessoas que tiveram muitos relacionamentos antigos, podem compará-los ao novo companheiro em áreas como gestão de conflitos, estilo de namoro, atratividade física, habilidades sexuais e capacidade de comunicação.

O número de convidados na celebração do casamento, de acordo com o estudo, também está associado com a qualidade conjugal. Uma amostra dividiu casais que tiveram 50 ou menos convidados, 51 a 149 convidados e 150 ou mais convidados. Na categoria com o menor número de convidados, 31% dos casais possuem um casamento feliz, enquanto na mediana são 37% e no maior número de convidados, 47%.

"Uma possibilidade é que os casais com mais amigos e familiares podem ter mais ajuda e encorajamento para os desafios da vida de casado. Note-se, no entanto, que esta conclusão não se trata de gastar muito dinheiro em uma festa de casamento, é sobre ter um bom número de amigos e familiares presentes", disse Stanley.

veja também