Refugiados sírios podem conseguir três anos de residência na Alemanha

Com esta medida, o governo alemão pretende financiar a permissão de residência especial para os sírios, porém o suprimento das necessidades destes refugiados ficaria a cargo dos estados federados.

fonte: Guiame

Atualizado: Sábado, 26 Setembro de 2015 as 12:44

Manifestantes seguram placas de apoio à chegada de refugiados na Alemanha (Foto: AP Photo / John MacDougall)

O governo da Alemanha está estudando a possibilidade de conceder automaticamente três anos de permissão para que refugiados sírios instalem residência no país. A ideia seria "desafogar" a quantidade de pedidos de asilo, segundo informou a revista alemã "Der Spiegel", neste sábado (26).

Recentemente, o Escritório Federal para a Migração e os Refugiados (BAMF) recebeu duras críticas e foi apontado como um órgão incapaz de gerenciar a visível crise com refugiados, que chegam ao território alemão e outros países da Europa.

A medida poderia eliminar o processo burocrático do trâmite de solicitações de asilos feitas pelos refugiados, porém não permitiria o direito de reagrupamento familiar, segundo fontes governamentais citadas pela revista alemã.

Com esta medida, o governo alemão pretende financiar a permissão de residência especial para os sírios, porém o suprimento das necessidades destes refugiados ficaria a cargo dos estados federados.


Migrantes
Conforme cálculos da ONU, os conflitos que estão assolando a Síria desde março de 2011 - quando iniciaram-se protestos contra o governo de Bashar al Assad e a insurgência do Estado Islâmico - já resultaram em mais de 220 mil mortos e quatro milhões de refugiados espalhados pelos países vizinhos, além de quase oito milhões de pessoas desalojadas e vivendo ainda no país.

A Alemanha espera receber cerca de 800 mil refuagiados, vindos da Síria, Iraque, Eritreia, Afeganistão e da região dos Bálcãs Ocidentais.

veja também