Times de futebol envolvem torcida e equipes em oração antes da partida

A jogo entre as equipes da Escola Cristã da Universidade de Cambridge e a Escola Cristã da Universidade de Jacksonville foi realizada na última sexta-feira (4).

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 7 Dezembro de 2015 as 10:56

Em tempos onde expressar a fé tem se tornado motivo de processos judiciais e conflitos morais nos Estados Unidos, duas equipes de futebol americano organizaram um momento de oração envolvendo os jogadores e o público antes de iniciar a partida.
 
A jogo entre as equipes da Escola Cristã da Universidade de Cambridge e a Escola Cristã da Universidade de Jacksonville foi realizada na última sexta-feira (4). A oração, feita antes da partida, havia sido negada por parte da Associação Atlética do Estado da Flórida.
 
"O que nós realmente queremos fazer é aumentar a conscientização", disse Tim Euler, líder da equipe de Cambridge. "Tudo o que estamos pedindo é uma oportunidade para duas escolas cristãs orarem. Nós já tivemos 13 jogos de futebol este ano e temos orado antes de cada um deles. Fazemos isso em cada jogo, nós oramos pelo alto-falante."
 
Por outro lado, o chefe da Associação Atlética da Flórida, Roger Dearing, afirmou que por ser um local mantido pelo dinheiro público, ações como esta não são permitidas. "Nos Estatutos da Flórida, o coordenador do evento é legalmente um 'ator estatal', e não podemos, legalmente, conceder permissão para tal atividade."

No entanto, Corey Sobers, um funcionário da Associação, explicou porque houve abertura para a oração: "Nós não permitimos que eles fizessem a oração sobre o sistema de PA, no entanto, ambas as escolas são livres para orar por conta própria, os torcedores podem orar. Eles querem honrar sua fé. Somos muito simpáticos sobre isso, mas precisamos ter a certeza do ponto de vista jurídico, se não estamos ultrapassando os nossos limites".

veja também