"Tinham que estar presos", diz médico sobre diretores de clínica de aborto

Médico cristão e candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Carson apontou o escândalo da rede de clínicas de aborto 'Planned Parenthood' como um crime, que deveria levar os diretores da rede à prisão.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2016 as 10:04

Candidato republicano à presidência, o médico, psicólogo e escritor cristão, Dr. Ben Carson disse em um encontro de mídias cristãs que os diretores da rede de clínicas de aborto, 'Planned Parenthood' devem ser presos em razão do escândalo de comércio ilegal de partes dos corpos de bebês abortados.

Com o tema "Proclamai 16", a Convenção Nacional de Comunicadores Cristãos (NRB), aconteceu em Nashville, Tennessee, na semana passada. O neurocirurgião pediátrico aposentado afirmou durante o evento, que acredita que a 'Planned Parenthood' "deve deixar de receber financiamento público e fechar suas portas".

"O que eles fizeram com a venda de partes dos corpos de fetos, eu acredito que é uma atividade criminosa", comentou Carson, que foi aplaudido pelo público, após tal declaração.

"Eu acredito que essas pessoas deviam estar na prisão. Temos que fazer tudo o for possível para garantir que nós não estamos incentivando isso [comércio ilegal de tecidos fetais]".

Carson também disse às pessoas que participavam do evento no hotel 'Gaylord Opryland Resort & Convention Center', que se eleito presidente, ele deve selecionar nomeados judiciais "que acreditam na vida, não as pessoas que acreditam na morte".

"E a maneira que você descobrir isso é olhando para suas vidas", continuou Carson, fazendo referência ao versículo da Bíblia sobre julgar as pessoas pelos frutos de seus trabalhos. "Você olha para todos os frutos que essas pessoas deram".

A convenção anual NRB celebrou a adesão de cerca de 200 meios de comunicação cristãos e numerosos palestrantes notáveis.

Como parte do evento, Carson falou durante alguns minutos e, em seguida, respondeu a uma série de perguntas e respostas, que tiveram o autor e apresentador de rádio, Eric Metaxas como moderador.

Além de Carson, outros oradores participaram do encontro, incluindo o presidente do Centro de Recursos de Mídia Brent Bozell, a atriz e produtora Roma Downey, o Presidente da Hobby Lobby Steve Green, o cientista cristão Ken Ham, a juíza e comentarista social da Fox News Jeannie Pirro e clérigo anglicano Andrew White.

Carson não foi o único candidato presidencial presente no evento. O Senador cristão Ted Cruz também deu declarações no encontro evangélico.

Carson é um dos cinco candidatos republicanos restantes nas primárias. Porém, segundo as pesquisas, ele ainda está significativamente atrás do pioneiro Donald Trump e outros aspirantes incluindo Cruz e o Senador (também cristão) Marco Rubio.

Quando Metaxas perguntou a Carson por que ele ainda estava na corrida, já que estava "tão longe do primeiro colocado", Carson respondeu que tem ouvido de "milhões de pessoas", o pedido de que ele não desista.

 

veja também