Tracy Morgan perdoa homem que quase o matou: “Tudo está nas mãos de Deus"

O artista, conhecido por atuar em diversos filmes de comédia, está focado no amor de Deus, que deu a ele uma segunda chance de vida.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 8 Abril de 2016 as 12:23

O artista, conhecido por atuar em diversos filmes de comédia, está focado no amor de Deus. (Foto: Reprodução)
O artista, conhecido por atuar em diversos filmes de comédia, está focado no amor de Deus. (Foto: Reprodução)

O ator e comediante Tracy Morgan está mais focado no amor de Deus do que em perder tempo com mágoas do homem que quase tirou sua vida, há dois anos.

Um acidente que envolveu seis veículos, em junho de 2014, deixou Morgan em coma por duas semanas e seu companheiro, o também comediante James McNair, morto.

Segundo o resultado das investigações do Conselho de Segurança Nacional do Transporte, o motorista de caminhão que provocou o acidente, Kevin Roper, estava em alta velocidade antes de colidir com o carro de Morgan. Roper estava sem dormir por mais de 25 horas.

Meses depois, Roper se declarou como não culpado diante das acusações de homicídio. Enquanto isso, Morgan revelou a apresentadora Oprah Winfrey que entregou esta situação nas mãos de Deus.

"Eu não estou bravo com ninguém", disse Morgan no programa Super Soul Sunday. "Eu estou deixando as coisas nas mãos de Deus".

O artista, conhecido por atuar em diversos filmes de comédia, está focado no amor de Deus, que deu a ele uma segunda chance de vida.

"Alguma coisa está diferente, a maneira que sou com as pessoas, algo está apenas diferente. Me encontro dizendo 'eu te amo’ duzentas vezes por dia à estranhos", disse ele. "É assim que supostamente deveríamos ser como seres humanos. O que vemos por vezes, aqui na Terra, é que há não há espaço para o céu".

Em entrevista anterior à revista americana Complex, o ator revelou que teve um encontro com Deus no período do coma. "Você sabe o que Deus disse para mim? Ele disse: 'O seu quarto não está pronto. Eu ainda tenho algo para você fazer. E aqui estou eu", disse ele.

Ele conta que a vida nunca volta ao normal depois de passar por como isso. "Você não morre por algumas semanas e depois volta ao normal, acredite em mim. Algo vai estar faltando, algo que vai ser adquirido — só que você tem que viver sua vida depois disso", desabafa.

Sobre os planos para o futuro, Morgan não mostra preocupação. "Eu não tento fazer isso. Basta viver a minha vida, cara", afirma.

veja também