Rodolfo Abrantes: “As pessoas têm mais dificuldade em entender o amor de Jesus do que a lei”

Assim como acontece com muitos cristãos, Rodolfo conta que levou muito tempo para perceber que Deus o escolheu por quem ele é.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2016 as 5:19

Rodolfo Abrantes diz que a identidade do cristão deve estar baseada na paternidade de Deus.(Foto: Storia lab)
Rodolfo Abrantes diz que a identidade do cristão deve estar baseada na paternidade de Deus.(Foto: Storia lab)

Feche seus olhos, coloque um sorriso no rosto e tente ouvir o tom da voz de Deus dizendo isso: “Este é o meu Filho amado, em quem me agrado” (Mateus 3:17).

Durante a Conferência JesusCopy 2016, Rodolfo Abrantes ressalta que este deve ser o maior motivo de alegria para um cristão, e nisso deve estar baseada a sua identidade.

“Levou muito tempo para eu perceber que Deus me escolheu por quem eu sou. Levou muito tempo para eu perceber que antes de ministrar, quando estou dando risada com meus amigos, talvez seja um momento extremamente espiritual, onde eu experimento uma alegria que vem de Deus. Há um sorriso do céu sobre você”, disse ele.

Logo depois de sua conversão, Rodolfo ouviu uma profecia de que ele seria pastor. No momento ele rejeitou a ideia (pois ele não se encaixava nos padrões “evangélicos”), mas depois Deus foi colocando os sonhos Dele em seu coração.

“Eu comecei a me imaginar pregando a palavra de Deus, só que eu estava muito engraçado na minha imaginação. Eu me imaginava velho, usando óculos e uma camisa branca enfiada dentro da calça. Eu não fazia ideia de que Deus iria acelerar o processo”, comentou.

Rodolfo não se sentia confortável com quem ele era até perceber que Jesus o amava e o havia escolhido. “Mais importante que qualquer coisa que eu possa dizer é aquilo que Ele colocou dentro de mim. Se eu carrego algo Dele, eu só tenho que liberar aquilo que eu carrego enquanto eu canto, enquanto eu falo, enquanto eu oro”.

“No começo da caminhada, a gente pode soar um pouco radical demais para parecer mais santo. Isso é humano. Parece que leva mais tempo para entendermos o amor de Jesus do que entender a lei, porque o amor Dele é escandaloso”, completa.

Assista a pregação completa:

veja também