Após 10 anos de orações, atleta cristão se levanta da cadeira de rodas: "Deus é Fiel"

"Após 10 anos, sem nunca desistir e sempre manter a fé, eu posso finalmente ficar em pé sozinho! [...] #DeusÉFiel", postou Timothy Alexander em seu Instagram.

fonte: Guiame, com informações da ABC News

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2016 as 10:20

Publicação de vídeos de TImothy Alexander em seu Instagram. (Imagem: Instagram)
Publicação de vídeos de TImothy Alexander em seu Instagram. (Imagem: Instagram)

Ex-estrela do futebol americano no estado do Alabama, Timothy Alexander alcançou uma conquista importante na semana passada: pela primeira vez em 10 anos, após sofrer um acidente e ficar paraplégico, ele conseguiu se levantar de sua cadeira rodas e ficar em pé.

O atleta, que foi ferido em um grave acidente de carro, trabalhou diligentemente em sua reabilitação, com muita oração e fisioterapia. Na segunda-feira da semana passada, ele conseguiu permanecer em pé por alguns minutos e sem apoio por alguns segundos, conforme informou seu fisioterapeuta.

"Eu tenho uma cadeira que me ajuda a me levantar... normalmente se eles tirassem o freio eu cairia diretamente para baixo", disse ele. "Mas eu consegui me manter em pé [sem o apoio] durante cerca de 3 segundos".

Cerca de 10 anos atrás, Alexander, atualmente com 27 anos, era um jogador de futebol de destaque sua escola e estava confiante de que ele poderia ir para qualquer faculdade que quisesse, com uma bolsa adquirida por meio dos esportes.

"Antes da minha lesão eu estava classificado como o número oito no estado e eu poderia ter ido para qualquer lugar", disse Alexander.


Carreira interrompida
O acidente que deixou o jovem paraplégico aconteceu em em outubro de 2006, quando Alexander estava em um carro com seu amigo, que acabou adormecendo ao volante. Ele descreveu como o carro saiu da estrada em direção a um precipício. Tudo isso aconteceu enquanto ele Alexander segurava no colo, um bebê de 2 anos de idade.

"Eu soquei a janela para fora, joguei o bebê de 2 anos de idade para fora da janela, e saímos antes de caíssemos do penhasco. O carro rolou todo o caminho para baixo e eu fiquei paralisado instantaneamente", disse Alexander. "Meu amigo perguntou: 'Está todo mundo bem?' e eu disse, 'Não, eu não consigo sentir minhas pernas".

Por um tempo, Alexander disse que ficou paralisado do pescoço para baixo, mas o tratamento e a terapia o ajudaram a retomar o uso da parte superior de seu corpo novamente.

"Eu tive uma lesão cerebral traumática. Eu não podia ler, não conseguia escrever, não podia fazer nada. Quando eu tentei falar com a minha mãe, eles colocaram um marcador na minha boca e tentaram fazer com que eu mexesse a minha cabeça", ele disse.

"Quando eu sofri aquele acidente de carro, um monte de médicos e terapeutas me deram uma chance de me recuperar, mas depois eu perdi a cobertura do meu plano de saúde e eles disseram que não havia nada que pudessem fazer", disse Alexander. "No primeiro ano, eu cheguei a pensar em suicídio".

Alexander disse que falou com seu pastor, sua família e "abraçou uma atitude positiva em 2008".

"Eu simplesmente comecei a me dedicar aos exercícios e orar. Eu tinha um sonho de me tornar jogador de futebol na UAB [Universidade de Alabama em Birmingham]", disse Alexander. Então ele conseguiu fazer sessões de fisioterapia no ginásio da UAB.

"Quando fui para a sala de treinamento, o treinador de esportes perguntou: 'Ei, você está aqui para jogar futebol? E eu perguntei de volta: 'Você está falando comigo?", contou.

Alexander disse à ABC News que ele, em seguida, tornou-se o primeiro paraplégico a obter uma bolsa de estudos na I Divisão de Futebol da UAB. Ele participou de todos os treinos e jogos e serviu como uma grande motivação para seus companheiros.

Timothy Alexander tornou-se o primeiro paraplégico a obter uma bolsa de estudos na I Divisão de Futebol da UAB. Ele participou de todos os treinos e jogos e serviu como uma grande motivação para seus companheiros. (Foto: WRBC)

A conquista
Apesar de estar em um time de futebol da I Divisão, Alexander ainda não conseguia ficar em pé por conta própria. Na segunda-feira da semana passada, no entanto, isso mudou.

A fisioterapeuta e preparadora física Natalie Shannon disse à ABC News que ela está emocionada ao vê-lo se manter em pé, sem qualquer apoio, pela primeira vez.

Shannon acrescentou que as pessoas que têm diferentes lesões respondem de formas diferentes à terapia, mas Timothy sempre foi muito persistente com relação aos seus objetivos, malhando, mesmo que seja em uma cadeira de rodas, para moldar seus músculos e estar em forma para quando voltar a andar.

"Após 10 anos, sem nunca desistir e sempre mantendo a fé, eu posso finalmente ficar em pé sozinho! 10 anos e ainda acreditando que vou andar de novo! Graças à #DRAYERPT @nat4bama e Richard! #DeusÉFiel", escreveu o atleta em uma postagem do Instagram, que mostra vídeos dele ficando em pé.

Alexander diz que sua inspiração para nunca desistir foi seu irmão mais velho, que faleceu em um incêndio em casa. Antes de morrer, seu irmão teria lhe dito para sonhar alto.

"Meu grande herói foi meu irmão mais velho, David", Alexander disse, "ele faleceu em 14 de abril de 2006".

"Um dia antes [de morrer] ele passou, ele disse: 'Eu quero que você vá para a NFL [Liga de Futebol Americano] e faça o seu nome grande, para cuidar da nossa comunidade e da nossa família", contou Timothy.

Alexander disse que ainda espera realizar o sonho de seu irmão, de ser convocado para a NFL, "não por dinheiro ou fama, mas para mostrar que se você acreditar que todas as coisas são possíveis, você pode atingir seus objetivos".

Alexander espera trabalhar como um palestrante motivacional e inspirar os outros com sua jornada, para que não percam a esperança.

veja também