Kim Walker conta como Deus a livrou da depressão pós-parto: "Foi um pai paciente"

A vocalista do Jesus Culture, Kim Walker contou que sentiu que muitas vezes, o inimigo tentou intimidá-la em sua adoração, mas Deus se fez presente e segurou firme em sua mão.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 27 Abril de 2017 as 10:07

Kim Walker. (Foto: MERGE PR)
Kim Walker. (Foto: MERGE PR)

A líder de louvor e vocalista do grupo Jesus Culture Kim Walker-Smith disse que ela se agarrou a Deus e à Sua verdade durante uma intensa batalha contra a depressão pós-parto e também o luto pela morte de seu padrasto, enquanto trabalhava na gravação de seu novo álbum solo, intitulado 'On My Side'.

A cantora que tem se colocado à frente do Jesus Culture por anos lançou seu novo álbum solo na última sexta-feira, através do próprio selo do grupo. O álbum traz um conteúdo que descreve os últimos quatro anos da vida de Kim, os quais ela diz que foram preenchidos com diversos tipos de julgamento.

"Nos últimos quatro anos eu passei por muitas coisas difíceis. Foi realmente difícil me tornar mãe e fazer a transição para me tornar uma mãe. Eu tive meus meninos com 14 meses de distância entre eles e foi um período realmente desafiador, porque tive uma depressão pós-parto grave depois do segundo", disse a cantora em entrevista ao 'The Christian Post'. "No meio de tudo isso nos mudamos para uma nova cidade e demoramos muito tempo para encontrar uma casa. Também estávamos implantando uma igreja com o Jesus Culture e então meu padastro faleceu, devido a uma doença com a qual que ele estava lutando por muitos anos. Ele era o meu pai e tudo isso estava se acumulando de uma vez".

Foi uma época muito difícil para a talentosa cantora, que confessou ter se visto 'lutando com Deus' em diversos momentos, mas nem mesmo isso foi suficiente para que Ele deixasse de manifestar Seu amor por ela.

"No meio de todas todas as dificuldades, eu senti como o Senhor estava constantemente me lembrasse e dissesse que Ele está do meu lado. Que mesmo no meio de tudo isso, Ele não estava me deixando sozinha, Ele não estava zangado ou frustrado quando eu não entendia o que Ele estava fazendo", disse ela. "Parecia um pai muito paciente, que estava ali comigo no meio da tempestade, no meio do caos - me amando, me guiando um dia de cada vez, um passo de cada vez e constantemente me lembrando que Ele está ao meu lado".

Kim Walker disse que, embora esta jornada tenha sido dura, definitivamente não aconteceu sem esperança. Ela escreveu a maioria das músicas no álbum, mas a faixa-título foi escrita por sua amiga Lindsay. Ao ouvir a canção, Kim disse que não segurou as lágrimas, de tão verdadeira que aquela letra era para sua vida. Ela então pediu que aquela faixa fosse também o título do álbum "On My Side" ("Ao Meu Lado").

Embora ela não fale muito sobre sua batalha contra a depressão pós-parto, a cantora de 35 anos de idade admitiu que depois de ter seu segundo filho, enfrentou duras batalhas. Ela explicou que teve se eforçar para vencer aquele desequilíbrio químico que estava afetando sua vida.

"Por um lado, eu realmente tive que assumir o controle da minha vida de uma forma que eu nunca tinha feito antes. Eu tinha que fazer um local para os exercício e as coisas que me ajudavam fisicamente. Eu sei se você falar com os médicos, eles vão colocar esta caso sob medicação, mas eu decidi trilhar o caminho natural disso. Eu fiz um monte de pesquisas sobre diferentes vitaminas, suplementos e coisas naturais que eu poderia tomar para me ajudar com isso", explicou.

Capa do novo CD solo de Kim Walker, "On My Side". (Imagem: Divulgação)

 


Depressão pós-parto
A depressão pós-parto é muito comum, e de acordo com o instituto médico pesquisas 'WebMD', este distúrbio hormonal afeta 1 em cada 8 mulheres durante os primeiros meses após o parto.

"É simplesmente algo que acontece quimicamente. Nem todas as mulheres lidam com isso, mas algumas delas sim e é difícil fazer com que as coisas voltem ao normal. Eu acabei de ler sobre coisas naturais que eu posso tomar para me ajudar com isso", continuou Kim. "Então, naturalmente, fazer exercícios sempre ajuda. E honestamente, eu não gosto de me exercitar, mas eu me obriguei a fazê-lo [porque] sabia que isso me faria sentir muito melhor".

No lado emocional e espiritual das coisas, a cantora e mãe de dois filhos disse que procurou a orientação de outras mulheres que tinham lutado também contra este tipo de depressão.

"Eu encontrei outra mãe que tinha passado por isso e ela se tornou um grande apoio para mim, porque é realmente difícil se você está tentando falar com alguém que não passou pela mesma coisa. É difícil saber o que dizer e identificar e foi algo que realmente me ajudou muito quando encontrei outra mãe que tinha passado pelo mesmo que eu", disse ela ao Christian Post.

Kim Walker explicou que sua amiga apenas conversou com ela, explicando que não era errado sentir algumas das maneiras que ela estava sentindo. Em última análise, o encorajamento por parte de sua amiga desempenhou um papel vital para que Kim superasse a depressão pós-parto.

"Ela também não colocou me pressionou para ser uma mãe perfeita. Eu acho que era outra parte dela apenas pensando sobre ela mesma: 'Eu realmente tenho o que é preciso para ser uma boa mãe? Eu vou sobreviver a isso Meus filhos vão sobreviver a isso?'. Então, me encontrei ao lado de outras mães que também me disseram: 'Oh, sim, isso é totalmente normal. Você vai viver dias nos quais você duvida de si mesma. Você vai viver dias em que você nem sequer sabe o que fazer'. Isso foi muito útil", confessou a cantora.


Expressão em música
A canção "On My Side" foi escrita no meio de sua batalha contra depressão e junto com o trabalho no álbum, ela também continuou ministrando na liderança do Jesus Culture. Mas todas as noites, quando ela subia ao palco, Walker disse que o inimigo tentava roubar sua adoração.

"É realmente difícil quando você está na época mais conturbada de sua vida e tem que continuar a subir ao palco para liderar as pessoas em adoração, pregar, compor músicas ou seja o que for. Tudo parece mais difícil quando você está no meio daquilo que soa como a temporada mais difícil de sua vida", ela confessou. "Você duvida de si mesmo, duvida de Deus, está magoada, está ofendida, está zangada e tem todas essas emoções diferentes que passando dentro de você".

"Houve momentos em que, quando caminhava no palco, sentia a acusação e a mentira do inimigo: 'Você é uma fraude, não é real. Olhe para você, você é uma bagunça, você está em uma péssima fase'. [Mas] a cada vez, eu sentia o Senhor passar por esse momento comigo [dizendo]: 'Não! Ela é minha, ela está comigo e eu estou lá com ela e eu não espero a perfeição dela. O que eu espero é um coração que diz sim e se entregue a mim", disse ela.

Kim Walker destacou que este experiência também serviu para lembrá-la de como Deus faz com que todas as coisas cooperem para o bem de seus filhos.

"É incrível porque eu vejo que o Senhor realmente usa tudo para o bem daqueles que O amam, isto está verdadeiramente em Sua Palavra. Quando você verdadeiramente se rende a Ele e continua dizendo sim a Ele, mesmo no meio de todos as confusões, Ele não te decepciona e te encontra lá", declarou.

 

veja também