Mulher ateia se entrega a Jesus após ser evangelizada por sua sogra: "Jesus se fez vivo nela"

Tiffany se orgulhava de dizer que não acreditava em Deus, mas depois que conheceu sua futura sogra, a missionária Charlotte Bowen, isso mudou.

fonte: Guiame, com informações do God Reports

Atualizado: Sábado, 7 Janeiro de 2017 as 12:09

Jason Bowen (esquerda) e com seus filhos e sua esposa, Tiffany (Foto: FBC Trenton)

Na época em que Tiffany conheceu seu futuro marido Jason, ela tinha orgulho de de se declarar uma "ateia e feminista".

Tiffany estava trabalhando como bartender em um restaurante, para pagar seus estudos na Universidade do Tennessee, em Knoxville, quando conheceu Jason.

Ele era um cristão - por sua vez não muito convicto - que trabalhava no mesmo restaurante que ela. Ele a convidou para sair três vezes, antes que ela aceitasse o convite "e só seria por uma hora", ela lembrou.

Este encontro durou muito mais que uma hora e no dia seguinte ela disse à sua madrasta que ela tinha conhecido seu futuro marido.
"Eu nunca tinha conhecido alguém tão transparente e genuíno", lembrou Tiffany.

Não muito tempo depois de ter começado a namorar Jason, Tiffany conheceu a sua futura sogra, Charlotte Bowen, uma enfermeira cristã da Convenção Batista do Sul, que teve que estava de passagem por Knoxville.

"Quando me encontrei com ela face a face, fiquei impressionada, porque ela era diferente de qualquer pessoa que eu já havia conhecido", disse Tiffany. "Ela não tinha julgamentos em seu coração. Ela não concordava com o fato de eu ser ateia, mas o amor que ela demonstrou não foi diferente do que seria se eu fosse uma cristã".

As duas mulheres desenvolveram uma amizade que continuou depois que Charlotte Bowen voltou para trabalhar em seu ministério na África. Trocando emails com a futura sogra, Tiffany continuava fazendo perguntas para a missionária e Charlotte respondia honestamente a todas elas.

Tiffany observou que sua futura sogra explicou que "Jesus está vivo e foi isso que a transformou: ela tinha um relacionamento real e pessoal com Ele todos os dias".


Transformação
Embora ela fosse ateia, Tiffany tinha amigos cristãos e até mesmo frequentava alguns cultos, apesar de ter sido criada em uma casa onde ir à igreja era desanimador. Ela conhecia a linguagem e um pouco da realidade cristã.

"Eu posso ter ouvido as mesmas palavras de outras pessoas, mas eu nunca havia entendido que Jesus está vivo, até que eu conheci alguém como ela [Charlote]. Jesus obviamente se fez vivo nela", relatou.

Tiffany começou a ler a Bíblia e seu coração foi sendo transformado pela Palavra de Deus. Certo dia, ela estava sentada no estacionamento de uma loja, em Knoxville, conversando com Jason quando Deus de repente revelou a ela que Ele era real e vivo.

"Ele me mostrou que seria o meu Senhor pelo resto da minha vida", contou.

Tiffany disse que olhou para Jason e disse: "Jesus é o Filho de Deus" e então lhe disse: "Acho que acabei de ser salvo".

Mais tarde, o casal se casou na África, enquanto visitava a mãe de Jason. Eles voltaram para sua cidade natal, Jonesboro, no Arkansas e começaram a frequentar a Igreja Batista Central, onde Tiffany foi batizada. Ela lembrou que eles foram bem discipulados pela igreja.

O testemunho de Tiffany é fruto do discipulado pessoal que sua sogra decidiu ministrar sobre sua vida. (Foto: Harvest East Valley)
 

Frutificando
Depois de permanecerem como membros daquela igreja por cerca de um ano, Jason foi convidado a assumir uma congregação no interior do Estado e então aceitou o convite.

"Depois do primeiro ano senti que Deus estava me pedindo para orar por meu marido, porque ele ia se render ao seu chamado para ser pastor", disse Tiffany.

Ela acrescentou que acreditava que Deus estava dando a ela um motivação a mais para também orar por si mesma. "Eu não era apenas a esposa do pastor", disse, brincando.

Dezesseis anos depois (que incluíram seminários para Jason e outros pastores), Tiffany observou que o fato de ela e seu marido sempre serem honestos sobre o seu passado tem ajudado o desenvolvimento de seu ministério nas igrejas por onde passaram. Eles dizem abertamente à sua congregação: "Deus nos usa por causa de Sua grande graça, não por causa de nossa perfeição".

"Não hesito em compartilhar meu testemunho para que as pessoas aprendam mais sobre a graça de Deus. O perdão de meus pecados não aconteceu porque eu tinha 'pecados perdoáveis'. Foi porque Sua graça é suficiente para perdoar os pecados de alguém que O negou por 21 anos de sua vida e tentou convencer os outros a negá-Lo também", acrescentou.

Tiffany disse que entende perfeitamente o que o apóstolo Paulo disse quando se referiu a si mesmo como o "maior de todos os pecadores". E, como Paulo, ela sabe que teve uma experiência semelhante à da "estrada de Damasco". Tiffany permanece grata pelo fato de Jason nunca ter desistido, mesmo depois dela ter recusado o convite dele para sair algumas vezes antes do namoro.

"Ele viu o que estava no meu coração, não o que eu queria que as pessoas vissem", disse ela.

Tiffany está mais do que disposta a compartilhar sua história em qualquer lugar, a qualquer hora. "Se isso florifica o nome de Deus, então eu sou um livro aberto", ela observou.

veja também