Pastor se emociona ao devolver carteira cheia de dinheiro ao dono: "Foi ação de Deus"

O pastor Jarrid Wilson conta que Deus o guiou até o dono da carteira, pois não havia nenhum documento de identificação e todos os cartões dentro dela estavam escritos em japonês.

fonte: Guiame, com informações do Faith Wire

Atualizado: Terça-feira, 11 Abril de 2017 as 12:11

Carteira cheia de dinheiro. (Foto: cheatsheet)
Carteira cheia de dinheiro. (Foto: cheatsheet)

O pastor e renomado autor dos EUA, Jarrid Wilson se surpreendeu no último domingo (9), quando ele e sua esposa, Julianne, encontraram uma carteira com 600 dólares em dinheiro no estacionamento de um supermercado, na cidade de Franklin, Tennessee.

Ainda surpresos, ambos também ficaram preocupados, pois começaram a imaginar que o dono (ou dona) da carteira estivesse tendo algum tipo de problema por tê-la perdido.

"Os pensamentos iniciais que atravessaram nossas mentes foram: 'Isso é terrível. Alguém, talvez até mesmo um turista, está andando por Nashville sem dinheiro. Temos de tentar encontrá-lo", disse Wilson ao site Faithwire na última segunda-feira. "Minha esposa e eu percebemos muito rapidamente que aqueles 600 dólares também poderiam ser para pagar o aluguel de alguém, uma parcela do carro, comida ou muitas outras coisas que precisamos na vida".

Ele continuou: "Esta não é uma pequena quantia de dinheiro, não importa quem você seja".

Mas encontrar a pessoa que perdeu aquela carteira parecia uma tarefa difícil, considerando que não havia documentos de identificação no interior dela... apenas cartões de crédito com letras em japonês, um idioma com o qual Jarrid e Julianne não estão familiarizados.

Enquanto alguns poderiam ter embolsado o dinheiro, pastor Jarrid e Julianne estavam empenhados em encontrar o proprietário da carteira, mesmo sem saber inicialmente como iniciariam essa busca.

Então traçaram um plano: Procurar pessoas de origem japonesa na área e conversar com elas para ver quais poderiam ser as possíveis donas da carteira.

Depois de dirigir-se à 'Fábrica de Franklin' - um complexo comercial próximo de onde estavam, com lojas e restaurantes - os dois encontraram rapidamente um grupo de pessoas que se encaixam no seu perfil de busca. Então Wilson olhou mais uma vez dentro da carteira mais uma vez e encontrou um nome: "Jin Yumanano".

O pastor decidiu então chamar por este nome em voz alta e aquela família de japoneses respondeu: "Essa é a carteira do vovô Jin!".

Pastor Jarrid Wilson e sua esposa, Julianne. (Foto: Instagram)

Na mesma hora, o pastor sentiu que sua missão estava sendo cumprida.

"Jin estava tinha cerca de 80 anos e mal falava inglês. Ele estava aqui no Tennessee para visitar parentes e para participar de um evento com flores em Nashville. Jin ainda não fazia ideia de que tinha perdido sua carteira e estava de viagem marcada para voltar no dia seguinte ao Japão ", contou o pastor ao 'Faithwire'. "Ele olhou para mim com lágrimas nos olhos e disse: 'Sem palavras. Sem palavras', enquanto nós nos abraçamos".

Foi uma experiência que deixou Wilson e sua esposa surpresos e comovidos, já que eles não sabiam como conseguiriam encontrar encontrar o dono da carteira, devido à falta de um documento de identidade e a barreira da língua. Mas Deus claramente tinha outros planos.

"Não foi apenas o fato de conseguirmos encontrar, mas aconteceu de ser as primeiras pessoas que questionamos, fez explodir nossa mente", disse Wilson. "A cereja no topo do bolo' era que eles nem sabiam que ele havia perdido sua carteira, e eles estavam partindo de volta para o Japão. Foi totalmente a ação de Deus".

No final, Wilson disse que a experiência o ajudou a refletir sobre alguns detalhes e temas importantes, particularmente quando se trata da importância da honestidade e do caráter.

"Integridade e honestidade são sempre questões fatores essenciais. Poderíamos ter de alguma forma justificado o fato de ficarmos com o dinheiro, porque não havia um documento de identificação nela? Tenho certeza de que se tentarmos o suficiente, conseguiríamos. Mas não é assim que devemos ser", disse ele. "Aquilo [carteira] não era nosso. Nós só tivemos essa intuição de que Deus ia nos dar a oportunidade de levar aquela carteira de volta ao seu dono".

E foi exatamente isso que acabou acontecendo. Às vezes é um simples ato de bondade que faz toda a diferença.

veja também