O que significa o termo 'Reverendo'? Confira a resposta de Augustus Nicodemus

De acordo com Nicodemus, o termo reverendo é um termo muito antigo e que é usado em várias igrejas oriundas da Reforma Protestante.

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 1 Julho de 2016 as 11:13

Segundo Nicodemus, que também tem o título de Reverendo, o termo apenas define essa questão acadêmica. (Foto: Reprodução / YouTube).
Segundo Nicodemus, que também tem o título de Reverendo, o termo apenas define essa questão acadêmica. (Foto: Reprodução / YouTube).

O canal “Perguntar Não Ofende” publicou na última quinta-feira (30) um vídeo onde o Pastor Augustus Nicodemus, titular da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, responde um questionamento bem interessante: “O que significa o termo reverendo?”.

De acordo com Nicodemus, o termo reverendo é um termo muito antigo e que é usado em várias igrejas oriundas da Reforma Protestante. “O termo estava ligado primeiramente a um título acadêmico: Doutor Reverendo. Na verdade era Reverendo Doutor e o reverendo se referia a esse título de doutorado que os pastores tinham em teologia”, esclareceu.

“Então o título correto no começo era Reverendo Doutor fulano de tal”, exemplificou. “Com o passar do tempo, o curso ou título de doutor em teologia foi sendo gradualmente abandonado e ai caiu e ficou somente o ‘Reverendo’. Que então designa aquele que é um ministro da palavra dentro das igrejas reformadas”, ressaltou.

Posição acima de pastor?

Segundo Nicodemus, que também tem o título de Reverendo, o termo apenas define essa questão acadêmica, mas não indica que um Reverendo é mais que um Pastor. “Quer dizer apenas isso, ele não é essencial, ele não designa uma posição acima da posição de pastor. Ele pode ser usado ou não. As pessoas me chamam de Reverendo e esse é meu título na Igreja Presbiteriana”, pontuou.

Nicodemus ainda revela que prefere ser chamado de Pastor, muitas vezes. “Mas, eu sei que eu sou pastor e às vezes até prefiro ser chamado como pastor, exatamente porque algumas pessoas não entendem a origem desse nome. Então, ele não representa uma função superior a do pastor ou como por exemplo o título Bispo ou alguns que se autodenominam de ‘Apóstolo’”, disse.

“E é simplesmente uma designação acadêmica, acontecida há muito tempo atrás na história da igreja e que hoje teria já perdido essa designação acadêmica e apenas aponta para alguém que é ministro de uma igreja reformada”, finalizou.

Confira o vídeo na íntegra:

veja também