Sara Winter é atacada por militantes de esquerda no RJ; assista

A ex-feminista, que atualmente ocupa o cargo de vice presidente do PSC Jovem, foi convidada para compor a mesa em uma cerimônia de posse de outros membros do PSC de Duque de Caxias (RJ).

fonte: Guiame

Atualizado: Domingo, 17 Julho de 2016 as 8:43

Ontem, por volta das 19h, a ex-feminista Sara Winter, seu noivo e amigos foram atacados por militantes de esquerda em frente a câmara dos vereadores de Duque de Caxias.

A ex-feminista, que atualmente ocupa o cargo de vice presidente do PSC Jovem, foi convidada para compor a mesa em uma cerimônia de posse de outros membros do PSC de Duque de Caxias.

Os militantes de Esquerda, entre eles Feministas, LGBTs, UNE, CUT e do DCE da Estácio, agrediram verbalmente e fisicamente membros do partido e outros simpatizantes da oposição de Dilma Rousseff.

Foram empurrões, unhadas, cuspidas e ofensas.

Sara Winter teve uma queda de pressão e acabou desmaiando no local, sendo encaminhada para o Hospital Getúlio Vargas, onde foi examinada e liberada, apesar de não conseguir fazer a tomografia necessária, pois a máquina local estava quebrada.

Sara ficou conhecida mundialmente por ter feito parte do movimento Feminista Femen, e organizado protestos nua no Brasil. Atualmente se declara como Ex Feminista, se arrependeu e pediu desculpas aos cristãos, retomou sua vida na igreja, apoia publicamente figuras como Jair Bolsonaro e Marco Feliciano. É atual vice presidente da juventude do PSC.

Escreveu um livro em que conta os bastidores do feminismo no Brasil.


Fé cristã
Em fevereiro, Sara Winter veio a declarar publicamente a sua fé em Cristo, durante um evento com a piscóloga Marisa Lobo, em Curitiba (PR).

veja também