"Um ateu não consegue provar cientificamente que Deus não existe", diz cientista cristão

Adauto Lourenço é um conhecido cientista que adota a linha do criacionismo e destacou que a discussão sobre a existência de Deus não está limitada à Ciência.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 1 Junho de 2017 as 3:46

Conhecido por seus estudos aprofundados sobre comprovações científicas dos relatos bíblicos sobre a criação do mundo e também outros fatos sobrenaturais, o cientista Adauto Lourenço falou um pouco sobre como deve ser uma abordagem adotada em uma conversa com um ateu.

Questionado sobre qual seria a melhor forma de apresentar a mensagem do Evangelho a um ateu - que usa a ciência para questionar a existência de Deus - o cientista explicou é preciso deixar de gastar esforços com o desnecessário, como por exemplo, provar cientificamente a existência de Deus.

Professor Adauto esclareceu que não existe um formato específico para essa abordagem, mas há fatores importantes a serem considerados.

"Não há uma fórmula mágica, mas existe algo muito interessante que nós podemos trabalhar, que é o seguinte: eu consigo provar cientificamente que Deus existe? A resposta é não, porque isso é uma questão de fé. Mas um ateu conseguiria provar cientificamente que Deus não existe? A resposta é não, porque isto também é uma questão de fé", explicou o cientista.

Buscando ser ainda mais claro em sua explicação, Adauto citou um episódio que vivenciou ao conversar com um cientista ateu e conseguiu fazê-lo reconhecer "a possibilidade de Deus existir".

Depois de dar uma palestra em uma universidade, Adauto foi abordado por um professor ateu, que elogiou sua exposição, mas tentou sugerir que ela seria meramente construída sob princípios religiosos.

"Ele veio conversar comigo e disse o seguinte: 'muito interessante [a palestra], mas eu imagino que você acredite em Deus'. Eu respondi: 'sim, eu acredito em Deus", contou Adauto.

"A proposta que eu fiz para ele foi a seguinte: 'Eu acho muito interessante a sua posição. Na sua posição, se morreu, acabou?'. Ele me respondeu que sim e eu continuei: 'Mas a minha posição é melhor", acrescentou.

Adauto Lourenço explicou àquele professor sobre a certeza, de que pela fé, viverá a eternidade feliz, mesmo após a morte.

"Se a sua posição for verdadeira, nós dois morremos felizes, porque acreditamos no que queremos, mas e se a minha posição for verdadeira? Eu morro e continuo feliz", explicou Adauto ao professor ateu.

O professor acabou reconhecendo e considerando a possibilidade da existência de Deus: "Se Deus existe...".

Após seu relato, Adauto Lourenço destacou que a discussão sobre a existência de Deus não cabe no campo da ciência, porque nenhuma das partes conseguiria comprovar sua posição por meio dos conhecimentos científicos.

"O que precisamos entender é que nós estamos tratando de fé", finalizou.


Oportunidade em São Paulo
Quem quiser assistir a uma palestra do professor Adauto Lourenço terá a oportunidade de fazê-lo durante o Encontro Nacional de Universitários, em São Paulo. 

Com o tema "A Razão da Fé", o cientista estará junto a diversos outros mestres e doutores falando a jovens sobre como se portar de maneira que reafirme a sua fé no ambiente acadêmico.

O evento será realizado em Sumaré (SP), de 28 a 30 de julho, na Estância Árvore da Vida.


Serviço:
Encontro Nacional de Universitários - A Razão da Fé
Data: 28 a 30 de julho
Local: Estância Árvore da Vida - Sumaré (SP)
Mais informações: http://uni17.org/ 

veja também