Jesus Culture se prepara para lançar versão acústica de "Let It Echo"

Let It Echo foi gravado ao vivo na igreja em Sacramento, Califórnia e lançado em janeiro de 2016. O álbum estreou em quarto lugar na lista da Billboard, incluindo as listas Top Álbuns (Top 20).

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 30 Maio de 2016 as 9:38

O álbum está repleto de canções que falam de luta e dor. (Foto: Divulgação).
O álbum está repleto de canções que falam de luta e dor. (Foto: Divulgação).

O grupo de louvor Jesus Culture vai lançar mais um disco. Dessa vez, uma versão acústica do último disco ao vivo “Let it Echo”. O ministério anunciou que eles vão lançar no dia 17 de junho o intitulado “Let It Echo Unplugged”.

O lançamento que se aproxima vem com versões acústicas do álbum “Let It Echo” que por sua vez foi gravado ao vivo na igreja em Sacramento, Califórnia, e foi lançado em janeiro de 2016. O álbum estreou em quarto lugar na lista da Billboard, incluindo as listas Top Álbuns (Top 20), álbuns digitais (Top 12), álbuns cristãos (segundo lugar) e a lista Top 200 (em 40º lugar). Seu primeiro single, "Fierce", é atualmente o hit de rádio que está no Top 10.

O grupo Jesus Culture tem sido uma comunidade de líderes de louvor e músicos cujo coração tem visto uma geração impactada pela presença de Deus, desde 1999. Este álbum inclui 12 novas canções com Kim Walker-Smith, Chris Quilala, Bryan & Katie Torwalt, e outros.

O site americano “The Christian Post” conversou com a cantora principal da banda, Walker-Smith, no início do ano para discutir o lançamento. Walker-Smith afirmou que o projeto nasceu da temporada mais difícil do grupo e a versão unplugged vai definitivamente adicionar à emoção do registro.

Kim é mãe de dois filhos e admitiu que em “Let It Echo” existem "algumas coisas diferentes" que são bastante diferentes de seus projetos no passado. O álbum marcou o aniversário de um ano de sua nova igreja, Jesus Culture em Sacramento, e é uma extensão de sua nova igreja.

Ao longo dos anos Jesus Culture tem sido conhecido como intérpretes de grandes canções de adoração. Mas, desta vez todas as canções do disco são autorais. Embora juntos por tantos anos, Walker-Smith revelou que eles como um grupo ainda se observam como "compositores em desenvolvimento". Eles ajudavam a escrever as canções dos outros discos, mas também gostavam de desenvolver a sua própria arte como letrista.

Quilala é amigo de Kim há mais de 15 anos e ele tem abordagens muito diferentes sobre a forma como eles escrevem música. Walker-Smith disse que ela espera que esteja inspirada para escrever uma canção, algo que acontece geralmente quando ela está investindo tempo na presença de Deus. Quilala, no entanto, é mais "diligente" ao escrever e ela disse que ele geralmente escolhe um tema.

De acordo com Walker-Smith, ela nunca pretendeu ter tanto sucesso quando eles se uniram pela primeira vez. Eles só procuraram cantar canções onde eles pudessem encontrar a Deus. Mas após o sucesso de seu primeiro álbum, Jesus Culture, eles continuaram.

O álbum está repleto de canções que falam de luta e dor. Quilala, um dos líderes proeminentes de Jesus Culture, sofreu a perda de seu bebê em dezembro de 2014. Sua esposa, Alyssa, detalhou a tragédia no Instagram.

veja também