André Valadão comenta sobre críticas a seu estilo despojado

"Existem críticas demais. No nosso segmento tem divisão também. Algumas pessoas acham que você só pode cantar dentro da igreja, ou que só pode usar terno e gravata o tempo todo", afirmou.

fonte: Guiame, com informações do site GShow

Atualizado: Quarta-feira, 9 Dezembro de 2015 as 11:28

André Valadão, sua esposa Cassiane e os filhos Lorenzo e Vitorio. Foto: Larissa Moggi / Gshow
André Valadão, sua esposa Cassiane e os filhos Lorenzo e Vitorio. Foto: Larissa Moggi / Gshow

O cantor André Valadão comentou sobre críticas que havia recebido por conta de seu “estilo despojado” em entrevista para o site GShow da Rede Globo na última segunda-feira (7). A matéria publicada inicia falando de alguns números. Aos 37 anos, André é um dos cantores evangélicos mais conhecidos do Brasil. Já são 14 anos casado com Cassiane Montosa. A união gerou dois filhos, Lorenzo, 6 anos, e Vitório, de 9 meses . “Casei cedo, tinha 23 anos”, disse o cantor.

Em relação as criticas, o pastor relata sobre o cenário do meio cristão. "Existem críticas demais. No nosso segmento tem divisão também. Algumas pessoas acham que você só pode cantar dentro da igreja, ou que só pode usar terno e gravata o tempo todo. Aí acaba que você é criticado. Diariamente eu recebo algumas críticas. A gente tem que entendê-las e respeitá-las. Mas eu acredito muito no resultado daquilo que a gente faz. O fruto fala. O resultado abençoa mais do que complica ou confunde", pontuou.

André também afirma que sua música alcança não apenas o público cristão. "Hoje, praticamente 40% do meu público não é evangélico. A cada dez produtos que eu vendo, quatro não são para evangélicos. E é uma música evangélica mesmo, não tem nada camuflado, não. Eu falo de Jesus mesmo, falo de amor, de perdão, da mensagem de Cristo. Mas eu tenho um cuidado mesmo de conseguir alcançar as pessoas de uma maneira contemporânea. Sou pai de família, sou homem, sou cidadão. As pessoas se identificam."

O cantor se apresentou no programa É de Casa do último sábado (5). Na ocasião, Valadão estava de calça jeans, camiseta preta e jaqueta branca. No programa ao vivo, ele cantou as famosas, “Milagre” e “Quero Agradecer”. De acordo com o site, André dispensou a jaqueta e incrementou o look com um boné nos bastidores.

Pastor voluntário

“Ser pastor é uma profissão. Mas eu sou pastor voluntário há 15 anos. Eu não recebo dinheiro por isso. Vivo mesmo da minha música, da minha arte, minha renda vem da minha arte. Sou pastor da Igreja Batista de Belo Horizonte. Quando viajo, algumas igrejas me convidam. Canto em várias igrejas no Brasil, do mundo todo. Acabo tendo esse privilégio quando eu viajo", ressalta André.

Carreira

O pastor afirma que não pretende sair da vertente gospel. "Tenho 12 anos de carreira solo e 15 de carreira, porque comecei sendo backing vocal da banda Diante do Trono. Sempre fui gospel e não penso em seguir por outro segmento. A música gospel toca tudo da vida. Fala de amizade, fala de perdão, fala de amor, fala de paixão, você tem que saber ter um momento para cada realidade”.

Novo Disco

Uma novidade dita na entrevista foi a data de lançamento do novo projeto musical de André. "Em fevereiro de 2016 lanço meu novo CD e DVD. Ele vai se chamar 'Crer Parar Ver', que é uma verdade, né? Vai ser em cima desse tema. Gravei em Pernambuco, em Cabo de Santo Agostinho, com mais de 50 mil pessoas. Foi lindo. E aí começa uma nova turnê, vamos rodar o Brasil todo. Esse novo trabalho tem uma novidade que é um rapaz de se chama Lucão Carvalho, um menino sensacional e minha irmã mais nova também, Marina Valadão, que tem uma carreira maravilhosa também."

veja também