Conheça o ‘Trio Salvador’: a banda que usa o axé como ferramenta de evangelismo

Em entrevista exclusiva ao Guiame, o vocalista do grupo, Edu Pontes, fala sobre a origem do grupo e seu propósito.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2016 as 12:23

Vocalista do Trio Salvador, Edu Pontes, durante apresentação da banda. (Foto: Reprodução)
Vocalista do Trio Salvador, Edu Pontes, durante apresentação da banda. (Foto: Reprodução)

A banda ‘Trio Salvador’ traz em seu nome a capital da Bahia, e vem conquistando um espaço para o axé gospel no Brasil. No entanto, engana-se quem pensa que o grupo vem do nordeste.

O ministério de louvor começou em 2011, no estado do Amapá. Em entrevista exclusiva ao Guiame, o vocalista do grupo, Edu Pontes, afirma que o fato de as pessoas confundirem a origem do grupo, faz parte de uma estratégia entregue por Deus.

“Muitos eventos que a gente vai, inclusive na própria Bahia, surge aquela pergunta: ‘Será que eles vem de Salvador mesmo?’. Mas é legal, porque a gente sempre tem a oportunidade de esclarecer isso. Trio Salvador é Deus Pai, Filho e Espírito Santo — o trio que salva”, explica o cantor.

“Assim as coisas aconteceram. Me fiz de escravo para ganhar os escravos, me fiz de estrangeiro para ganhar os estrangeiros — até para ganhar o povo de dentro de casa mesmo”, acrescenta, fazendo referencia ao trecho bíblico de 1 Coríntios 9:19-23.

A banda teve que enfrentar alguns desafios ao Investir no ritmo do axé. “Quando a gente começou a ensaiar, eu sabia que a gente teria resistência. Eu mesmo, no início, não gostei da ideia. Mas aí o Espírito Santo foi agindo e as coisas foram acontecendo. Nos eventos em que participamos as pessoas aceitaram de uma forma natural, e teve uma grande ascensão entre os jovens”, relata Edu.

Assista:

Para se desligar do axé secular, o grupo resolveu até mesmo criar uma nova nomenclatura. “Quando se trata de axé gospel, a gente gosta muito de chamar de ‘afé music’. A Palavra de Deus diz que a fé vem pelo ouvir, e a gente mudou para tentar desvincular um pouco”, explica o cantor.

Para Edu, o grande propósito que Deus deu ao Trio Salvador é o de ganhar as pessoas marginalizadas. “Deus me tirou de uma vida de pecado. Eu era um cara que cheirava cocaína, que estava perdido na vida, até que Deus me tirou do fundo do poço e eu pude ouvir a Palavra Dele”, relembra.

“Quando Deus me tirou do fundo do poço, Ele me disse: ‘Eu vou te usar da sua forma’. E eu cantava. Eu até resisti um pouco, porque quando eu cantava no secular, a música me trouxe muita coisa ruim, as drogas, as bebidas e muitos vícios. Mas quando Deus começou a me usar, eu vi que aquilo era bom, que as pessoas eram transformadas e eu também estava sendo moldado”, relata Edu.

veja também