Cuidado com a música. Ela eleva e abate

Amo a conclusão do Salmo 23: "Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre". Essa é a minha canção

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 26 Dezembro de 2014 as 10:49

músicaAcabei de deixar meu filho na rodoviária. Na volta, fiz o que raramente faço. Sintonizei numa rádio para ouvir música. Ouvi algumas. Cada uma trazendo à memória o passado. Canções antigas.

Que tortura. Quanta canção vazia e triste, que toda uma geração foi forçada a ouvir. Coisa de botar você para baixo e pensar no que não vale a pena.

Dois conselhos. Cuidado com a música. Ela eleva e abate. Pode arrebatá-lo de alegria, pode remetê-lo para a mais profunda tristeza. Pode trazer doçura para o coração. Pode amargurar a alma.

Segunda sugestão. Fuja do pensamento nostálgico. Deixe-me apresentar um ponto de vista a partir da minha experiência pessoal. Não há um só momento do meu passado ao qual gostaria de retornar para ali permanecer. Sempre que me lembro dos tempos que se foram, por mais belos que tenham sido, recordo-me da ignorância, da limitação, do atraso.

A vida avança. Deus sempre opera o novo na vida daqueles que o amam. A mente é ampliada, as afeições santificadas, as ambições purificadas, enquanto o dia da redenção se aproxima.

Amo a conclusão do Salmo 23: "Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre".

Essa é a minha canção. Essa é a minha esperança. Isso é o que me faz olhar para o passado com gratidão, sem querer retornar a ele.


- Antônio Carlos Costa

 

 

veja também