Ex-integrante do grupo Pique Novo, Emerson volta à música cristã: "Restauração"

O cantor esteve na sede da Sony Music (RJ) para assinar o contrato de distribuição de seu mais novo CD, "Lembra de Mim" e falou sobre a sua saída do grupo Pique Novo e a volta à música cristã.

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 14 Julho de 2014 as 9:51

Ex-integrante do grupo Pique Novo, Emerson volta à música cristã: "Restauração""É um sentimento de restauração, de voltar à essência". Foi assim que o cantor e compositor Emerson definiu a sensação de abandonar um grupo secular de pagode e voltar a cantar músicas cristãs.

O cantor esteve na sede da Sony Music (RJ) para assinar o contrato de distribuição de seu mais novo CD, "Lembra de Mim" e falou sobre a sua saída do grupo Pique Novo e a volta à música cristã.

Emerson assumiu que esteve afastado dos caminhos de Deus, porém agora, sente que está voltando à essência.

A previsão é de que o novo trabalho chegue às lojas entre agosto e setembro deste ano.

"Já estamos trabalhando em conjunto para lançar este novo projeto nos próximos meses. Estou muito feliz com este novo passo em meu ministério. Tenho certeza de que com o suporte da Sony Music, de sua equipe de profissionais, terei condições de levar minha música a vários lugares que ainda não consegui alcançar", declarou o cantor.

Confira a seguir uma breve entrevista com o cantor:

Quando você iniciou sua carreira artística?

Emerson: Com 17 anos eu iniciei minha carreira no grupo de pagode Pique Novo. Fiquei com eles durante 13 anos quando depois voltei para a vida evangélica.

Conte-nos um pouco da sua trajetória até o momento.

Durante 13 anos fiz parte do grupo Pique Novo, com eles gravei sete CDs e o primeiro DVD da banda. Isso gerou Disco de Ouro e ida a programas seculares. Hoje eu sou pastor e faço faculdade de Teologia e termino ano que vem. Em 2012 fui consagrado a pastor na Comunidade Evangélica Ministério Asafe, em Campo Grande. Gravei meu primeiro disco evangélico em 2007, intitulado ‘Teu Santuário’. O segundo CD chama-se ‘Uma Voz, Um estúdio, Uma lembrança’ que foi gravado em 2011.

Por que você deixou o grupo de pagode Pique Novo?

Eu nasci na igreja, cresci no meio evangélico e o deixei com 17 anos. Depois de 13 anos, eu voltei para Cristo, deixei o grupo e voltei a compor músicas evangélicas. Eu vi na música gospel uma oportunidade para mudar de vida.

Depois que começou a gravar músicas evangélicas o que mudou na sua vida?

Antes mesmo de gravar, já compunha músicas evangélicas. Eu penso que é um sentimento de restauração, de voltar à essência. Deus tem sempre a mão erguida para nos acolher e nos fazer voltar a ter vida.

O que te inspirou para gravar o seu terceiro CD intitulado ‘Lembra de Mim’ que será lançado pela gravadora Sony Music?

Quando eu ouvi a música ‘Lembra de Mim’, que fala da história de um paralitico que aguardava o movimento das águas para ser curado durante 38 anos, eu me vi dentro dessa história, naquela espera demorada. Essa música veio em um momento especial na minha vida, porque assim que saí do grupo vivi dilemas tremendos. Para a escolha desse repertório, eu vi como nunca, a mão de Deus, que fez com que eu conseguisse juntar maravilhosas canções, que fizeram eu escolher esse nome para o CD.

Qual(is) a(s) música (s) do CD que será lançado que você mais gosta, que poderia ser o single de lançamento?

‘Lembra de Mim’ e ‘Vou Triunfar’.

O que você busca transmitir em suas canções para o público evangélico?

O reconhecimento de que o homem sem Deus ele não é nada. Que o Céu é real e que Cristo morreu para nos salvar.

Com informações da Sony Music

veja também