Jotta A. denuncia montagens com fotos suas em terreiro de macumba e diz: "Eu só adoro a Jesus"

Logo após as imagens 'viralizarem' nas mídias sociais, o cantor gravou um vídeo no qual esclarece que nunca participou de nenhum ritual deste tipo e reafirmou sua fé cristã.

fonte: Guiame, João Neto

Atualizado: Sexta-feira, 3 Julho de 2015 as 2:46

No dia 1º de julho, Jotta A foi vítima da circulação de montagens que utilizaram sua imagem indevidamente, como se ele estivesse participando de um ritual de oferenda a outros deuses em um terreiro de macumba.

Logo após as imagens 'viralizarem' nas mídias sociais, o cantor gravou um vídeo no qual esclarece que nunca participou de nenhum ritual deste tipo e reafirmou sua fé cristã.

"Vocês sabem da responsabilidade que eu tenho com Yaveh, com Jesus Cristo, Yeshuah. É só a Ele que eu adoro e vocês sabem disso", disse.

O cantor também destacou que no momento tem se empenhado na produção de seu novo CD e que nunca pensou em recorrer à ajuda de ídolos ou espíritos para crescer como cantor.

"Eu estou trabalhando muito para conseguir finalizar os nossos projetos. [...] Eu não preciso de nada disso para alcançar o sucesso, porque eu tenho uma profecia sobre a minha vida, desde criança. Foi Deus quem me deu esse dom", declarou.

Revolta
Diversos internautas que acompanham o trabalho do jovem cantor expressaram sua indignação. Exemplo disto, foi a usuária do Facebook, Ana Beatriz, que comentou como seria 'fácil' fazer montagens como as que foram feitas, envolvendo Jotta A.

"Hoje em dia a tecnologia está bastante avançada, existe Photoshop entre outros tipos de programa, pelo app FaceTune, EU, que não tenho dom nenhum, muito menos sei fazer tais montagem, consegui pôr vários tênis ao lado do Jotta A, e até dupliquei a 'santa' que estava na imagem", disse a moça, referindo-se à imagem logo abaixo que ela postou para exemplificar o que é possível ser feito para forjar fotos:

A psicóloga cristã Marisa Lobo também expressou sua revolta ao saber que o músico está sendo vítima de tais calúnias.

"A que ponto chega a 'fofoca gospel'? Não sei sei se choro ou dou risada... Como pode uma manifestação de inveja dessas? O pior são os cristãos acreditando, sem confirmar as fontes", lamentou.

"É revoltante ver nosso povo compartilhando isso e criticando como verdade, sem nem mesmo questionar. Me preocupa a alienação, me preocupa a maldade daqueles que se dizem cristãos. E são rápidos em destilar sua maldade".

Marisa ainda relacionou a viralização destas imagens a problemas do cristianismo na pós-modernidade.

"Me parece que algumas pessoas gostam de ver seus irmãos em desgraça. Será o Ego de Satanás? Nossa igreja está doente, precisamos urgente revet nossos valores. Temos que cuidar e só compartilhar quando temos certeza", alertou.

 

veja também