“Na Terra como no Céu” é o tema do Congresso de Adoração Intercessão e Missão do Diante do Trono

O evento contará com cantores como Fred Arrais, que por sua vez, foi convidado pela líder do DT para compor o time de cantores na gravação do próximo disco da banda na Jordânia, em Israel.

fonte: Guiame, com informações do Diante do Trono

Atualizado: Sexta-feira, 8 Janeiro de 2016 as 4:50

Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono (Imagem: Divulgação)
Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono (Imagem: Divulgação)

O Congresso Internacional Adoração Intercessão e Missão Diante do Trono, que acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de março deste ano, já tem tema definido: “Na Terra como no Céu”. O evento será promovido na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte (MG). A cantora Ana Paula Valadão, líder do ministério de louvor e adoração Diante do Trono publicou um texto no hotsite especial onde ela comenta sobre os preletores e convidados já confirmados, além da mudança do nome do congresso.

“Você sabe a oração do ‘Pai Nosso’ de cor? É bem provável que sim. Se não a conhece de cor, com certeza está familiarizado por tê-la ouvido diversas vezes. Algumas expressões bíblicas, por serem tão repetidas, parecem perder o impacto que deveriam ter em nossas vidas. São palavras poderosas, mas nos tornamos muito acostumados com elas”, diz a pastora em seu texto.

“Quando o tema do Congresso surgiu fiquei muito empolgada. Uma santa expectativa tomou conta de mim, pois, ao mesmo tempo em que esta expressão é bastante conhecida, não exploramos profundamente o que ela tem para nos transmitir. “Na Terra como no Céu” é uma chave que vai abrir nossas vidas, famílias, ministérios, cidades e nações para uma nova dimensão”, continuou sobre o assunto principal a ser tratado no evento que é sempre aguardado pelos fãs da banda.

Neste ano, o congresso irá receber novos nomes para a ministração da palavra. “Em nossa programação temos preletores como o Pr. Gustavo Bessa, com sua palavra profética que sempre nos leva ao arrependimento e transformação; os pastores Elcio e Jackie Lodos, líderes para a língua portuguesa no IHOPKC (Casa Internacional de Oração em Kansas City – um centro de adoração e oração ininterrupta há 16 anos), que nos ensinarão sobre o que acontece na Sala do Trono e que devemos reproduzir na Terra; a pastora Ezenete Rodrigues, do Ministério de Intercessão da Igreja Batista da Lagoinha (IBL); os missionários Joshua e Sara Lingel e Maisel Rocha, fundadores do I2, que treinam a Igreja ao redor do mundo para a evangelização dos mulçumanos – o maior desafio para o cumprimento do Ide”.

Novos Cantores

Além disso, o evento contará com cantores como Fred Arrais, que por sua vez, foi convidado pela líder do DT para compor o time de cantores na gravação do próximo disco da banda na Jordânia, em Israel. “Também contaremos com a presença dos pastores João Osmar e João Gomes, da secretaria de missões da IBL, e do pastor Mario Freitas, da Missão Mais, que apoia a Igreja Sofredora. No louvor teremos o Diante do Trono, comigo, Israel Salazar, Letícia Brandão e Marine Friesen. Quem também estará conosco ministrando louvor é Fred Arrais, como mais um representante da nova geração de adoradores que Deus está levantando em nosso país. Asaph Borba também ministrará. Além de ser um pai para os adoradores no Brasil, ele tem mais de 18 anos de ministério no mundo árabe, e nos abençoará com o amor por esse povo que precisamos alcançar”, informou.

“No sábado à noite teremos um momento de adoração muito especial. São ministros que vão adorar em unidade. Eu, Nívea Soares, Fred Arrais, Israel Salazar, Letícia Brandão, Marine Friesen, Lu Alone, Raquel Emerick, Christie Tristão e outros ministros que ainda estão a confirmar estaremos juntos conduzindo alto louvor em adoração a Deus”.

Novo Nome

Sobre o novo título, Ana explica que o novo nome representa uma ampliação guiada por Deus. “A ampliação do nome fala de um novo tempo de maturidade e plenitude que Deus tem para nós. O Espírito Santo nos leva à adoração e assim nos aproximamos do coração do Pai. Nessa intimidade perguntamos qual é Sua vontade e passamos a orar e a interceder por Seus propósitos. Quando o Pai compartilha o que está em Seu coração, respondemos “Eis-me aqui, envia-me!”. E, assim, o movimento é completo: Adoração que leva à Intercessão que leva à Missão, até aquele Dia em que não haverá mais Intercessão nem Missão, somente Adoração, eternamente, diante do trono”, relata.

veja também