Os Arrais: "É fácil escrever uma música que fale de Jesus, mas não seja legítima"

Além de falar sobre música gospel, secular e cristianismo, a dupla também comentou o planejamento de um novo CD, que será gravado em 2015.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 15 Dezembro de 2014 as 10:50

Os Arrais: "É fácil escrever uma música que fale de Jesus, mas não seja legítima"Em sua passagem pelo Brasil, os irmãos André e Tiago Arrais tiveram a oportunidade de se apresentar em São Paulo ("Rock no Vale" e "Love Festival") e também em Belo Horizonte (Igreja Batista da Lagoinha). Os músicos também comentaram sobre o seu novo CD, que está sendo planejado para 2015 e a relação entre música gospel, secular e cristianismo.

Em entrevista ao site Lagoinha.com, Tiago esclareceu algumas informações iniciais sobre o novo CD "Torah", que será gravado em 2015.

Comparando com o CD "Mais", já lançado pela Sony Music Gospel, ele afirmou que este será um trabalho mais inspirado na vida de alguns personagens bíblicos.

"O CD 'Mais' é uma exploração das diferentes facetas da existência humana em um contexto de relacionamento com Jesus, que passa por sofrimento e a convicção de que dias melhores virão. Já no álbum 'Torah' vamos parar de explorar essa ideia subjetiva a partir de nós e focaremos esses mesmos sentimentos em alguns dos principais personagens da Bíblia contidos nos primeiros cinco livros da Bíblia. Vamos abordar essa questão da esperança e das angústias a partir deles e não de nós, como fizemos no 'Mais", disse.

Já falando sobre uma possível previsão de lançamento deste álbum, André explicou que a dupla ainda não tem esta confirmação, mas já tem a certeza que o trabalho será gravado em 2015.

Música Gospel, Secular e Cristianismo
Quando questionados sobre sua opinião com relação às declarações do músico Marcos Almeida (ex-Palavrantiga) sobre a não rotulação da música como "gospel" ou "secular", a dupla demonstrou apoio em tirar o foco dos rótulos e passar a dar importância à mensagens que as canções passam.

"Achamos que têm ecos de verdade nas expressões culturais, artísticas. Todos nós estamos em busca daquilo que é real. É muito fácil escrever uma música que fale bastante de Jesus, mas que não seja legítima, não tenha verdade. E por que a que não fala claramente de Jesus não tem nada de verdadeiro? Acho que é isso que o Marcos está tentando dizer", disse Tiago.

"Nós sempre acreditamos nisso. Não entramos na questão do sacro e do secular, porque acreditamos que essas dicotomias só atrapalham as coisas, mas a ideia de que existem ecos de verdade, de beleza, nas expressões humanas, em busca da realidade, isso é extremamente analógico à experiência cristã".

Clique no vídeo abaixo para conferir a canção "Akedá", que estará na playlist do novo CD:

Com informações da Lagoinha.com

veja também