PG: "Sou pastor, sou pai, sou marido, e todas as coisas têm que caminhar juntas"

Em entrevista exclusiva ao Guiame, durante o Christian Day, que aconteceu neste sábado (4) no Hopi Hari, o cantor comentou sobre projetos e vida ministerial.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Terça-feira, 7 Julho de 2015 as 6:16

Em entrevista exclusiva ao Guiame, PG comentou sobre projetos e vida ministerial.
Em entrevista exclusiva ao Guiame, PG comentou sobre projetos e vida ministerial.

 

Durante o Christian Day, que aconteceu neste sábado (4), no Hopi Hari – um dos maiores parques temáticos do País – o cantor PG pôde levar a mensagem do Evangelho, através de suas músicas, a milhares de visitantes que estavam no local.

Em entrevista exclusiva ao Guiame, o cantor comentou a experiência: "A gente pode brincar, pode se divertir com santidade, a gente não precisa ser pornográfico, promíscuo ou fazer coisas erradas para se ter diversão, para dar risada. A gente não precisa falar mal de ninguém para ser feliz."
 
'S.E.T.E. - Senhor Exaltado Tu És', o novo CD produzido pela Som Livre, será lançado ainda este mês. Foi um trabalho "demorado", segundo palavras do cantor, mas com resultados surpreendentes e cheios de significados.
 
"Já tinha escolhido o nome porque esse é o sétimo CD da carreira do PG, que será lançado em julho – mês sete, mas também sete é uma abreviação da música título do CD que é 'Senhor Exaltado Tu És', e o número sete significa a perfeição de Deus", explica o cantor.
 
O CD começou a ser produzido no final de setembro do ano passado, e depois de reuniões com a gravadora, julho foi definido como mês de lançamento. "A gente produziu todo o CD com calma, em casa, fazia almoço junto com a galera, foi bem legal. Parecia mais um acampamento do que uma gravação de CD", relata PG.
 
"Universo" de PG
 
A música "Meu Universo" foi marcante para a trajetória de PG, mas o cantor garante que a canção não foi mais especial que as outras apenas porque fez sucesso. "Ela me abriu portas ministeriais, mas tem letras no CDs que me marcaram mais pelo momento em que eu estava vivendo. Mas isso não quer dizer que a outra é pior ou melhor. Como história de vida, todas representam algo, nem melhor, nem pior", esclarece.
 
Além do ministério de adoração, PG atua fortemente pastoreando a igreja local, e para ele não há diferenciação em seus papéis. "Sou pastor, sou pai, sou marido, e todas as coisas têm que caminhar juntas, não dá para separar. Não sou pastor dentro da igreja e na minha casa não. Não sou pai dentro da minha casa e na igreja não", disse o cantor.
 
Confira a entrevista completa:
 

veja também