Preto no Branco é a primeira banda evangélica a alcançar 100 milhões de acessos no YouTube

No ano passado, “Ninguém Explica Deus” chegou a ser o segundo clipe brasileiro mais assistido somando cerca de 60 milhões de acessos.

fonte: Guiame, Karlos Aires

Atualizado: Quinta-feira, 25 Maio de 2017 as 5:26

A música foi escrita por Clóvis Pinho e lançada no primeiro disco do projeto “Preto no Branco”. (Foto: Reprodução).
A música foi escrita por Clóvis Pinho e lançada no primeiro disco do projeto “Preto no Branco”. (Foto: Reprodução).

Que a canção “Ninguém Explica Deus” foi e continua sendo um grande sucesso da música cristã, isso todo mundo sabe. Mas, a música acaba de atingir um novo patamar na mídia brasileira. O vídeo do Preto no Branco, que contou com a participação da cantora Gabriela Rocha, é o primeiro a atingir 100 milhões de visualizações no YouTube.

Este é um marco histórico, pois pela primeira vez uma canção cristã chega a essa expressão. No ano passado, “Ninguém Explica Deus” chegou a ser o segundo clipe brasileiro mais assistido somando cerca de 60 milhões de acessos. E voltando um pouco mais, o hit foi o mais executado nas rádios em 2015.

A música foi escrita por Clóvis Pinho e lançada no primeiro disco do projeto “Preto no Branco”, que contou com o autor, Juninho Black, Weslei Santos como cantores fixos, além das participações de Eli Soares, Israel Salazar, Gabriela Rocha, Ian Alone e Salomão do Reggae.

Celebração

“Deus é maravilhoso em todo tempo! Mais importante do que todos esses números é saber o que esse alcance gera”, diz a publicação na Fanpage do grupo musical. “Não são apenas 100 milhões de visualizações. São 100 milhões de corações! Que a mensagem dAquele que é a fonte da vida continue se espalhando pelos quatro cantos!”.

Já o autor da canção ressalta: “Foi a primeira música que eu compus desse jeito. Geralmente, me vem a melodia e eu vou colocando a letra, mas dessa vez me veio o nome da música e eu comecei a perseguir a alma dela”, contou em entrevista ao Portal Guiame.

Relembre o sucesso:

veja também