Qualidades de um Ministro da Música

Não podemos colocar alguém para exercer esse ofício, se ele não foi chamado para isso.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 24 Junho de 2014 as 11:43

Todos nós podemos cantar, podemos até mesmo tocar um instrumento como um Hobby. Mas Deus, conforme sua vontade I Cor 12:18, capacitou homens e mulheres que tem habilidades musicais, seja pra cantar ou tocar. São essas pessoas que devem compor o departamento de música de uma igreja, ou que são usadas para abençoar o corpo de Cristo. Não podemos colocar alguém para exercer esse ofício, se ele não foi chamado para isso, porque se assim o fizermos, não haverá graça disponível e o corpo de Cristo não é edificado. Eis a razão porque muitos ficam desanimados dentro da igreja: porque não estão fazendo o que Deus chamou para fazer e estão privando os que foram chamados de exercerem o seu dom.

Quero ressaltar algumas qualidades de um ministro de música - o que também pode ser aplicado aos filhos de Deus.

Em I Samuel 16:14 - 23 Lemos a História de Davi, quando foi tocar para o Rei Saul, que estava sendo atormentado por um espírito maligno.

Os servos de Saul , sugeriram chamar um músico, porque quando aquele espírito viesse atormentar o Rei novamente a Unção liberada através da música faria o espírito maligno se retirar.

Se voltarmos um pouco e lermos I Samuel 16:12, veremos Davi sendo ungido por Deus. Até então, Davi era um jovem com habilidades musicais dadas por Deus, mas a partir desse momento o Espírito, a Unção estava sobre ele. Essa é a diferença entre um músico comum e um músico filho de Deus. A unção é a diferença, porque é ela que tem o poder de despedaçar o jugo do diabo e nos fazer avançar. Foi debaixo dessa ousadia eu creio, que Davi aceitou o desafio de tocar para o Rei. Pense bem: para estar diante do Rei, não podia ser qualquer pessoa, e se alguém ousasse fazer algo errado diante do Rei, corria risco de morte. Mas Davi tinha qualidades no tocante ao caráter, que favoreceram o fluir da unção.

No versículo 17, encontramos a primeira qualidade de Davi como Músico e Servo de Deus:

- Alguém que saiba tocar bem
Deus coloca dentro de nós habilidades e inspirações, mas devemos desenvolve-las. Não é diferente com a música. Se fomos chamados para tocar e / ou cantar, devemos nos preparar para isso e sempre manter intimidade com o nosso instrumento. Davi é um exemplo disso. Ele dominava seu instrumento ao ponto de ser reconhecido. Muitas pessoas podem não ter uma formação musical, mas elas sabem discernir pelo ouvido quem sabe tocar bem um instrumento.

Então mantenha sempre contato com seu instrumento, se desenvolva, estude, procure ouvir boa música e sempre tenha como referencia musical, músicos que são mais habilidosos que você. A música é infinita. Há muitos ritmos e estilos diferentes. Procure se especializar naqueles que abençoarão o corpo de Cristo no contexto em que você vive.

- Forte e Valente
Quando lemos sobre Davi, entendemos que a fonte de sua força estava em Deus e isso trazia para ele intrepidez e ousadia. O ministro de Música precisa está ciente que a sua força está em Deus, e essa força é manifesta através do Espírito que habita em nós. Quando ministramos a música, muitas vezes fazemos isso para pessoas que estão cheias de peso e jugo do diabo. Precisamos confiar no poder que opera em nós e nos faz ousados para sermos um canal por onde a unção de Deus vai fluir, despedaçar todo jugo e trazer refrigério.

- Boa Aparência
Essa qualidade chama muito minha atenção. Se lermos sobre Davi, em primeiro lugar vamos ver um filho submisso. Tenho visto nas igrejas, muitos músicos sem submissão nenhuma aos seus líderes. Entram e saem sem dizer nada. Somente vão à igreja nos dias em que vão tocar e depois de tocar ficam do lado de fora da igreja, sem participar dos cultos. Muitos se acham “insubstituíveis”. Se o Pastor não o agradar, ele sai e a comunidade fica desfalcada. Mas ele se esquece que Deus não colocou habilidades somente nele. Há outros que foram convocados por Deus e se não houver arrependimento e mudança de atitude, ele poderá ser substituído. O Reino de Deus sempre vai avançar e nós devemos estar conectados para avançarmos juntos.

Precisamos desenvolver nosso caráter. A bíblia diz em Eclesiastes 7:1 que melhor é a boa fama do que o ungüento precioso, porque a unção vem de Deus sobre quem Ele quer e quando Ele quer, mas o caráter é você quem desenvolve. Davi estava com seu caráter alinhado e pronto para ser um canal por onde a unção fluiria. Sem o seu instrumento ele era um homem que honrava os pais, respeitava a família, cuidava com amor das ovelhas e desenvolvia seu trabalho com boa fama. O que fazemos quando ninguém está nos vendo, é o que diz quem verdadeiramente somos no tocante ao caráter. Tenha uma vida de consagração e santidade a Deus.

- O Senhor é com ele
Hoje na Nova Aliança, Deus habita através do Espírito Santo, dentro dos seus filhos. A bíblia diz em I Coríntios 3:16 que somos santuários de Deus e que o Espírito Santo habita em nós. Mas há algo que quero destacar aqui: Davi tinha uma vida de confiança e intimidade com Deus. Quando se apresentou para desafiar Golias, ele disse ao Rei: "Deus me livrou das garras do Leão e do Urso". Acima da música temos que ter uma vida de comunhão com Deus e Sua Palavra, com respaldo ao momento em que estivermos ministrando. Experiências pessoais, verdadeiras e sinceras com Deus e no momento em que estivermos diante da igreja ou em cima de um palco será apenas continuação e uma extensão da vida que temos todos os dias.

Deus, nesses últimos dias, tem levantado uma geração de ministros da música, ousados e comprometidos com a Palavra, que serão um canal por onde as letras e melodias do céu alcançarão milhares de pessoas em todo o mundo. Em muitos lugares haverá resistência à Palavra de Deus, mas não haverá resistência à música e nós entraremos com a Palavra cantada, libertando pessoas das mãos do diabo.

Por Esdras Silva - Músico, pastor da Igreja Verbo da Vida (SP) e professor do Instituto Rhema Brasil, formado pela ULM.

veja também