Robson Staines causa furor ao divulgar agenda gratuita em sua rede social

O missionário e cantor afirmou que não cobrará mais por participar de cultos e eventos cristãos.

fonte: Guiame, Adriana Bernardo

Atualizado: Segunda-feira, 30 Março de 2015 as 12:52

Robson Stains é missionário, cantor e tem compartilhado seu testemunho de transformação após abandonar as práticas da homossexualidade e construir uma nova família.
Robson Stains é missionário, cantor e tem compartilhado seu testemunho de transformação após abandonar as práticas da homossexualidade e construir uma nova família.

Na última quinta-feira (25/03), o missionário e cantor Robson Staines divulgou em seu Facebook que a partir daquela data não iria mais cobrar para participar de nenhum evento (cultos ou festividades) em igrejas. A informação causou furor entre seus seguidores que começaram a chamar o pastor para saber o motivo da decisão.

De acordo com Robson, ele tomou a atitude assim que acordou naquele dia, pois Deus havia dado uma ordem a ele durante a madrugada. “Foi muito impactante. Deus me ordenou: não cobre para ir fazer a minha obra, viva daquilo que te abençoarem”. O pastor conta que nem questionou, entendeu que era para obedecer imediatamente e decidiu divulgar nas redes sociais porque essa é a forma com que se relaciona com os pastores e com seus seguidores no Brasil e no exterior.

Robson conta que foram centenas de curtidas em seu perfil com gente parabenizando pela decisão, mas também veio bastante crítica inbox (por mensagem privada). “Imaginei que algumas pessoas iriam me criticar, mas prefiro obedecer a Deus”, rebate o pregador que há 20 anos conta seu testemunho de ex-homossexual, em milhares de igrejas, e participa frequentemente de debates na televisão sobre o tema, sempre ao lado da esposa Paula e dos filhos. “A imprensa gospel não fala sobre o Robson, talvez porque não conheça a mim nem a minha história, mas no secular sempre sou chamado e aceito o convite porque sou prova viva de que Jesus liberta um homossexual, assim como liberta qualquer pessoa que queira viver uma nova vida”, diz.

Sobre a cobrança para participar de programações evangélicas Robson diz que nunca pediu valores exorbitantes, mas tinha preços diferenciados para lugares próximos de São Paulo, onde mora, e para outros estados. Ele conta também que chegou a recusar convites porque não seria pago, mas que agora pretende reverter essa situação. “Eu errei”, diz.

Robson diz que, do dinheiro que ganhava, boa parte usava para investir em seu ministério e na recuperação de pessoas de rua e de homossexuais. “Eles me procuram para que os ajude a sair das drogas e da prostituição, mas sei que Deus continuará permitindo que esse trabalho seja feito, porém segundo aquilo que Ele mesmo trouxer como recursos. Sei também que o trabalhador é digno do seu trabalho, nunca me senti usurpador de nada, mas recebi uma ordem e vou obedecer porque não sei o que Deus quer fazer na minha vida”, declarou.

Sobre as demais pessoas que cobram, Robson disse que não tem nada a declarar a respeito “porque é Deus quem trata com seus servos”. O missionário disse que sua agenda está disponível e será administrada da melhor forma possível. “Os convites não param de chegar e sei que Deus irá me conduzir para onde for o seu propósito. O que nos importa nesses últimos dias é ganhar almas”.

 

 

veja também