William Santos segue em divulgação de novo disco: O maior prazer de Deus

Desde a infância, William já demonstrava talento para a música. Chegou a participar de festas e pequenos eventos com apenas seis anos de idade.

fonte: Guiame, com informações da assessoria

Atualizado: Quinta-feira, 28 Janeiro de 2016 as 4:04

Divulgação
Divulgação

O cantor William Santos está em fase de divulgação do disco “O maior prazer de Deus”, trabalho lançado em 2015. Com dez canções escritas pelo próprio cantor e também em parceria com Deigma Marques e Chris Batiston, do Ministério Filhos do Homem, o disco se destaca pela canção-título que ganhou um videoclipe. O projeto é o segundo na linha louvor e adoração.

“Pra mim é um disco muito especial, pois ele foi gerado com muita oração e lágrimas. Um CD de arranjos simples, mas letras que mostram uma verdadeira intimidade de cada autor com Jesus Cristo. Espero que esse disco continue tocando os corações de quem ouve, pois ele é para a glória de Deus”, disse William. Na lista de composições próprias estão as músicas "Sopra", "Tu me cercas", "O maior prazer de Deus" e "Eu tenho tudo e falta pouco tempo".

Desde a infância, William já demonstrava talento para a música. Chegou a participar de festas e pequenos eventos com apenas seis anos de idade. Com influência e ajuda do pai, o cantor, juntamente com o irmão, se tornou calouro mirim do Programa Raul Gil durante quatro anos.

Do Sertanejo a Adoração

Até a adolescência, a vida de William seguiu na moda da viola descobrindo o mundo da música sertaneja, participando de grandes festivais, como o Festival Internacional da Criança, colecionando troféus e boas histórias em Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo. O artista também conseguiu emplacar como compositor, em 1996, quando escreveu o hit “Vai ser pior”, para a dupla Edson e Hudson a convite do produtor Raul Gil Jr, além de abrir shows de artistas de renome, como Zezé e Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó e outros.

Em 1997, ele experimentou a mudança mais radical em sua vida após um encontro com Cristo. Decidido a se dedicar ao Evangelho, William Santos começou a dedicar seu talento a Deus deixando totalmente de lado a música secular até lançar seu primeiro disco sertanejo gospel, por volta do ano 2000, intitulado “Nunca mais solidão”, que chegou a ser vendido até nos Estados Unidos.

Após tanto tempo dedicado ao sertanejo, William resolveu mudar de estilo a trocar a viola e o chapéu pelo louvor e adoração, lançando em 2006 o CD Falta pouco, com canções de intimidade com Deus e que lhe rendeu uma turnê de divulgação em diversos estados do país.

William Santos é casado com Aline Santos há 14 anos e juntos tem um filho, Davi, de 11 anos. Pastor há mais de 12 anos, hoje é líder do Ministério Restauração Profética – Worship in Music Form e congrega na Igreja Batista Apostólica Maranata em Cabreúva, São Paulo.

veja também