Novo Som destaca iniciativa da Expoevangélica: "Usando talentos para divulgar a Palavra de Deus"

Em entrevista exclusiva ao Portal Guiame, o vocalista da banda Novo Som, Alex Gonzaga destacou que a banda atende aos convites para participar do evento com uma "disposição redobrada".

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2016 as 1:08

Na segunda noite de shows dia da Expoevangélica 2016, em Fortaleza (CE), a nostalgia e a boa música tomaram conta do Centro de Eventos do Ceará. O motivo? A banda Novo Som se apresentou no evento, que é atualmente uma das maiores feiras de artigos evangélicos do Brasil e teve recorde de público na edição deste ano.

Com 28 anos de carreira e muita história para contar, a banda celebrou a oportunidade de participar de mais uma edição da Expoevangélica. Em entrevista exclusiva ao Portal Guiame, o vocalista Alex Gonzaga destacou que a banda atende aos convites para participar do evento com uma "disposição redobrada".

"A gente vem com uma disposição redobrada para participar, porque a gente verifica a essência do evento. A gente conhece o pessoal da direção da Expo e sabe que eles são pessoas que não precisam disso aqui para viver. Eles já têm as suas vidas definidas financeiramente, graças a Deus, mas são servos de Deus e colocam à disposição [dEle] o seu talento administrativo para divulgar a palavra de Deus com essa mega-estrutura", afirmou o músico.

 

Vocalista da Banda Novo Som, Alex Gonzaga visitou o stand do Portal Guiame na Expoevangélica, para uma entrevista exclusiva. (Foto: Levi Facó / Guiame)


Celebração
Ainda que com certo 'atraso', o Novo Som não quis deixar de celebrar o marco de seus 25 anos de carreira. Com a gravação de um DVD ao vivo, o grupo destacou que aquele foi de fato, uma oportunidade de relembrar bons momentos.

"Gravamos um projeto chamado 'Novo Som - 25 anos'. Tivemos a participação do Natinho - primeiro guitarrista da banda - e o Lenilton - primeiro baixista da banda - também foi convidado para esse projeto. Foi lindo, maravilhoso, uma superprodução. A gente teve participações especiais, do Mattos Nascimento, da Lívia Gavazzi, da segunda bailarina do Corpo de Teatro Municipal do Rio de Janeiro... então foi um projeto cultural muito lindo", contou.

veja também