"Quando Cristo está no projeto, o preconceito tem que sair", diz vocalista da banda Som e Louvor

O Portal Guiame reencontrou Jedson, o vocalista da banda, que falou sobre as novidades da carreira e também assumiu que não se arrepende de ter enfrentado preconceito para assumir uma identidade musical genuinamente brasileira em seu ministério.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 13 Julho de 2016 as 5:36

Em 2007, Fortaleza via um grupo cheio de talento começar a ganhar o Brasil. Acreditando em seus sonhos, os jovens músicos da banda Som e Louvor saíram do estado do Pará para divulgar o seu trabalho de qualidade na segunda edição da Expoevangélica, na capital cearense.

De lá para cá, o grupo de forró já tem muita história para contar e, quase 10 anos depois, o Portal Guiame reencontrou na Expoevangélica 2016, Jedson, o vocalista da banda, que falou sobre as novidades da carreira e também assumiu que não se arrepende de ter enfrentado preconceito para assumir uma identidade musical genuinamente brasileira em seu ministério.

"O forró sempre esteve dentro da igreja. A diferença é que nós assumimos o ritmo. No começo a gente enfrentou muitos preconceitos. [...] Mas quando Cristo está no projeto, o preconceito tem que arrumar as malas e sair", disse.

Fazendo uma música que tem chamado a atenção de todo o Brasil por sua qualidade, o grupo tem feito bom uso de quase 30 anos de existência

"Quando se reúne bons músicos, que têm talento e têm promessas de Deus, o resultado é 100%. A gente já está junto há muito tempo. A estrada é o nosso estúdio. Então, a gente que tem esse chamado do Senhor, esse dom, esses talentos maravilhosos, que são os músicos do Som e Louvor, sai tudo casadinho", destacou.

A banda Som e Louvor está trabalhando na divulgação de seu CD / DVD mais recente, "Dupla Honra", lançado pela Som Livre.

veja também