Nesta quinta-feira, dólar opera em alta e beira patamar de R$ 2,50

Vantagem de Dilma Rousseff nas pesquisas tem empurrado valorização. Na véspera, moeda norte-americana teve terceira alta seguida na semana.

Fonte: Globo.comAtualizado: quinta-feira, 23 de outubro de 2014 12:18

O dólar subia e testava o patamar de R$ 2,50 no início dos negócios desta quinta-feira (23), na penúltima sessão antes do segundo turno das eleições presidenciais, com investidores focados na acirrada disputa entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

Às 9h18, a moeda norte-americana avançava 0,68%, cotada a R$ 2,4971. Veja cotação.

Após começar o dia operando em alta e passar a recuar, o dólar voltou a avançar na quarta-feira (22), diante de nova pesquisa eleitoral apontando vantagem de Dilma Rousseff sobre Aécio Neves (PSDB), preferido pelos mercados. A moeda norte-americana encerrou o dia com alta de 0,15%, a R$ 2,4802 na venda, terceiro avanço seguido na semama. Na semana, a moeda acumula alta de 1,96%. No mês, de 1,32%. No ano, há valorização acumulada de 5,20%.

Nesta manhã, o Banco Central dará continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, com oferta de até 4 mil swaps com vencimentos em 1º de junho e 1º de setembro de 2015. A operação ocorrerá entre 9h30 e 9h40 e o resultado será conhecido a partir das 9h50.

O BC também fará nesta sessão mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 3 de novembro, que equivalem a 8,84 bilhões de dólares, com oferta de até 8 mil contratos. Até agora, a autoridade monetária já rolou cerca de 71% do lote total.

 
Siga-nos

Mais do Guiame