MENU

Analistas dizem que vitória de Dilma em Minas 'compensou' derrota em São Paulo

fonte: Terra.com

Atualizado: Segunda-feira, 27 Outubro de 2014 as 1:53

Desde a redemocratização, nenhum presidente conseguiu se eleger sem vencer em Minas Gerais – e esta máxima mais uma vez se provou verdadeira, com a inesperada vitória de Dilma Rousseff (PT) no estado.

Segundo analistas ouvidos pela BBC Brasil, este resultado obtido no reduto de Aécio Neves (PSDB) foi fundamental para a reeleição da candidata petista.Dilma teve 52,41% dos votos válidos no segundo maior colégio eleitoral do País, enquanto Aécio teve 47,59%.

Isso representa uma diferença de 550.601 votos entre Dilma e Aécio na disputa deste domingo.

A candidata petista já havia vencido a votação no primeiro turno no Estado, quando teve 43,48% dos votos válidos, diante dos 39,75% obtidos por Aécio. No entanto, a diferença entre Dilma e Aécio no primeiro turno em Minas foi de 415.061 votos.

Isso significa que a candidata petista ampliou sua vantagem em Minas na segunda votação, apesar dos esforços de Aécio para tentar reverter o resultado do primeiro turno.

Baque
"Isso é grave para o PSDB, porque Aécio imaginava que ganharia de lavada em Minas", diz Cláudio Couto, cientista político da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.

veja também