MENU

Em São Paulo, Aécio Neves venceu com quase 7 milhões de votos de vantagem

Apesar de sair derrotado pela quarta vez seguida na eleição presidencial, o PSDB ampliou sua vantagem sobre o PT entre o eleitorado paulista. Aécio Neves (PSDB) liderou a apuração no estado no segundo turno com 64,31% (15.296.289) dos votos válidos, contra 35,69% (8.488.383) de Dilma Rousseff (PT).

fonte: Globo.com

Atualizado: Segunda-feira, 27 Outubro de 2014 as 11:38

Em votos totais, Aécio alcançou 6.807.906 a mais de votos do que a petista. Essa foi a maior diferença entre candidatos do PT e PSDB no segundo turno nas últimas quatro eleições, quando os petistas saíram vitoriosos das urnas - com Luiz Inácio Lula da Silva (2002 e 2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014).

No primeiro turno deste ano, Aécio tinha terminado em primeiro a apuração em SP, com 44,22% (10.152.688) dos votos válidos, contra 25,82% (5.927.503) de Dilma e 25,09% (5.761.174) de Marina Silva (PSB). No primeiro turno, a vantagem tucana foi de 4,2 milhões de votos sobre a candidata petista.

Em 2002, Lula venceu no segundo turno em São Paulo, com 55,39% dos votos válidos (11.264.282), contra 44,61% (9.073.187) de José Serra (PSDB). Em 2006, Lula foi superado por Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano somou 52,26% dos votos válidos (11.696.938), e Lula, 47,74% (10.684.776).

Em 2010, em sua primeira vitória na disputa presidencial, Dilma Rousseff também perdeu no maior colégio eleitoral do país. José Serra (PSDB) terminou o segundo turno em São Paulo com 54,05% dos votos válidos (12.308.483), contra 45,95% (10.462.447) de Dilma Rousseff (PT). 

veja também