MENU

Marconi Perillo, do PSDB, é reeleito governador de Goiás

Com 93% de urnas apuradas, tucano registrava 57,51% dos votos válidos. Resultado foi divulgado pelo TSE às 18h28 deste domingo (26).

fonte: globo.com

Atualizado: Domingo, 26 Outubro de 2014 as 7:37

Fernanda BorgesDo G1 GO

Marconi Perillo (PSDB) vota acompanhado da primeira-dama, Valéria Perillo, e de assessores em colégio de Palmeiras de Goiás (Foto: Wildes Barbosa/ O Popular)
Marconi ao lado da primeira-dama, Valéria Perillo, e de assessores (Foto: Wildes Barbosa/ O Popular)


Marconi Perillo (PSDB) foi reeleito governador de Goiás neste domingo (26). Com 93% das urnas apuradas, às 18h28, o tucano registrava 57,51% dos votos válidos, ou 1.632.691 votos, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele derrotou o candidato Iris Rezende (PMDB), que obteve 42,49% dos votos válidos, ou 1.206.33 votos. Essa foi a terceira vez que os políticos disputaram eleições e em todas o tucano saiu vitorioso. Veja aqui a apuração de votos em Goiás.

O governador reeleito nasceu no dia 7 de março de 1963, em Goiânia. Ainda na infância mudou com a família para Palmeiras de Goiás, onde viveu até os 15 anos, quando retornou para a capital. Ele se formou como bacharel em direito e ingressou na carreira política como discípulo do ex-governador Henrique Santillo, de quem foi assessor especial.

Arte Raio x eleições 2014 em Goiás (Foto: Arte/G1)

Marconi obteve seu primeiro mandato político em 1990, elegendo-se deputado estadual, ainda pelo PMDB. Quatro anos mais tarde, foi eleito para a Câmara Federal. Em 1998, já no PSDB, se elegeu governador e foi reeleito em 2002. Em 2006, conseguiu se eleger senador. Voltou a ser eleito para governador em 2010 e, agora, conseguiu a reeleição.

No primeiro turno, no último dia 5, Marconi conseguiu 45,86% dos votos válidos, ou 1.451.330 votos. Já Iris Rezende obteve 28,40% dos votos válidos, o equivalente a 898.645.

Campanha
Logo após o primeiro turno das eleições, Marconi e Iris fizeram um acordo com a Justiça Eleitoral  de Goiás para evitar o derramamento de milhares de santinhospelas ruas, como ocorreu na etapa anterior, quando cerca de 143 toneladas de lixo proveniente das campanhas eleitorais foram recolhidos apenas na capital.

A partir daí, os dois retomaram as campanhas eleitorais e, no seu primeiro programa na TV,Marconi relembrou os projetos sociais que criou durante os três mandatos em que governou o estado. Já Iris fez críticas às pesquisas de intenção de voto realizadas antes do pleito, já que, segundo ele, de cinco institutos que fizeram o levantamento, apenas um se aproximou do resultado da votação.

A campanha no segundo turno foi marcada por infrações eleitorais e um dos casos de maior destaque envolveu uma animação chamada de “Rei Mandão”. O nariz do personagem, usado no programa de Iris, crescia de acordo com as mentiras que contava. A coligação de Marconi recorreu ao TRE-GO alegando que tal animação fazia alusão ao tucano. O órgão acatou o pedido e determinou uma multa de R$ 10 mil para cada veiculação. No dia seguinte, o personagem foi substituído por outro, um fantasma que usava uma placa no pescoço com o termo “censurado”.

 
2º TURNO EM GO

Um dos momentos em que houve embate entre os dois foi no debate promovido pela TV Anhanguera, no último dia 23. Marconi fez questão de ressaltar suas obras e benfeitorias do primeiro mandato, enquanto Iris aproveitou para criticar a situação do atual governo.

Propostas
No segundo turno, Marconi voltou a ser criticado por ter retirado a titulação de professores e por “falhas” na segurança pública.

O governador reafirmou que vai trabalhar para melhorar as situações nas escolas, transformando-as em tempo integral e prometeu investimentos na área da segurança, incluindo a ampliação e readequação das penitenciárias do estado. Marconi também prometeu investir na valorização dos policiais e em serviços de inteligência.

Marconi ainda garantiu que vai combater a corrupção, investindo em controle interno e na ampliação do acesso digital aos cidadãos sobre salários de servidores do executivo estadual, além de transparência dos dados sobre processos, licitações e despesas.

Confira abaixo o resultado da votação, com 93% das urnas apuradas:
Marconi Perillo – 57,51% dos votos válidos, ou 1.632.691votos.
Iris Rezende – 42,49% dos votos válidos, ou 1.206.33 votos.

veja também