MENU

Segundo pesquisa, 43,7% dos brasileiros estão felizes com a carreira que seguem

Segundo pesquisa, 43,7% dos brasileiros estão felizes com a carreira que seguem

fonte: Globo.com

Atualizado: Terça-feira, 20 Maio de 2014 as 10:04

ambiente de trabalhoPesquisa aponta que 43,7% dos brasileiros se consideram felizes com a carreira. Porém, 56,3% afirmaram não estar satisfeitos com o emprego atual, segundo levantamento da Catho, empresa especializada em recrutamento online.

(correção: ao ser publicada, esta reportagem afirmou que 52% dos brasileiros se consideram felizes com a carreira e 40,8% afirmaram não estar satisfeitos com o emprego atual. O correto é: 43,7% dos entrevistados se consideram felizes com a carreira e 56,3% não estão satisfeitos com o emprego atual. A informação foi corrigida pela Catho. A reportagem foi atualizada às 15h30)

“Muitas vezes o profissional considera que acertou na escolha da carreira, gosta do caminho que trilhou para chegar até onde está, mas não está num bom momento no atual emprego”, explica a gerente de Desenvolvimento da Catho, Angélica Nogueira. Ela diz que conversar com o gestor direto para avaliar as possibilidades na empresa pode ser uma boa saída para sanar o descontentamento.
A pesquisa levantou com estes trabalhadores qual a empresa ideal. A maioria (39,9%) diz que é aquela que o valoriza, seguida pela que tem bom clima organizacional (21,4%). “A resposta está bastante alinhada com o atual momento do mercado de trabalho, quando sentir-se reconhecido e gostar do que faz tornam-se mais importante que o dinheiro”, observa Angélica.

Quando a pergunta é "o que você busca em sua carreira?”, 31,2% disseram que querem desenvolvimento, 30,6% querem fazer o que gosta e 23,1% querem ter seu próprio negócio. Na sequência vem o reconhecimento financeiro (9,2%), ter cargo de chefia (2,9%) e trabalhar fora do país (1,7%).

A pesquisa “Satisfação na Carreira” foi feita no fim de abril e contou com 175 respondentes de todo o país. 64% dos profissionais são mulheres, 31% têm entre 26 e 30 anos e 68% são da região sudeste.

veja também