MENU

Pérez é o melhor e fecha na frente, e RBR volta a ter problemas

Pérez é o melhor e fecha na frente, e RBR volta a ter problemas

Atualizado: Quinta-feira, 27 Fevereiro de 2014 as 6

F-1
Na parte da manhã, na abertura da última semana de testes da F-1, um bom sinal para a RBR em meio ao calvário que os atuais tetracampeões tem enfrentado nesta pré-temporada: Daniel Ricciardo completou 32 voltas com a RBR e anotou o melhor tempo dos carros com motor Renault. Mas as boas notícias ficaram por aí. Apesar da marca razoável anotada mais cedo, o tempo que o RB10 ficou nos boxes sendo revirado pelos mecânicos denunciava: o drama ainda estava longe de ser superado.  Toda vez que o australiano tentava tirar o melhor do carro, os problemas de superaquecimento em razão do apertado chassi e do ainda pouco confiável motor Renault voltavam a dar as caras. 
 
O cenário dos testes anteriores se repetiu. RBR, STR e Caterham... Todas as equipes com motor Renault enfrentaram dificuldades e tiveram seu tempo de pista limitados nesta quinta-feira. Enquanto isso, os times com motor Mercedes seguem de vento em popa. Mercedes, Williams, McLaren e Force India trabalharam configurações para corrida, dando em média 100 voltas cada uma.
 
Com o tempo de 1m35s290 anotado pela manhã, Sergio Pérez se manteve no topo com a Force India. Companheiro de Felipe Massa na Williams, Valtteri Bottas foi o responsável por guiar o FW36 e não ficou muito atrás. Após o time trabalhar simulação de corrida e aerodinâmica a maior parte do dia, Bottas fez um tiro curto no fim da atividade e anotou a segunda melhor volta do dia: 1m36s184.
 
E no meio dos carros da Mercedes, a Ferrari de Kimi Raikkonen chama a atenção. Após resultados discretos nos testes da semana passada e uma falha mecânica que atrapalhou o começo do dia, o finlandês conseguiu uma boa sequência de voltas durante a tarde e anotou o terceiro tempo: 1m36s432. O time italiano experimentou uma nova asa dianteira, porém, ainda não conseguiu fazer uma simulação completa de corrida. Além disso, faltando poucos minutos para o fim do treino, o F14T do Homem de Gelo sofreu um apagão na reta oposta, provocando uma bandeira vermelha que pôs fim ao treino.
 
A Lotus encerrou as atividades nesta sexta-feira antes disso. E não foi nem por causa do motor Renault. Uma nova configuração de exaustor testada apresentou problemas, forçando a equipe a retornar para a especificação anterior. O trabalho demandou tempo e Pastor Maldonado não conseguiu retornar à pista. A STR também fechou os boxes mais cedo em razão de uma falha técnica no carro de Daniil Kvyat. A mais prejudicada porém, foi a Caterham. Problemas de confiabilidade limitaram Kamui Kobayashi a somente 19 voltas.
 
Os pilotos voltam à pista nesta sexta-feira para dar sequência à semana final da pré-temporada da Fórmula 1. Já foram realizadas duas baterias de testes neste ano. A primeira em Jerez de la Frontera teve Magnussen (McLaren) como o mais rápido. A segunda, no Baherein, foi liderada por Rosberg (Mercedes). A atividade segue até as 17h locais (11h de Brasília). O campeonato começa no dia 16 de março com o GP da Austrália.
 
Confira os melhores tempos da quinta-feira de testes da Fórmula 1 no Bahrein:
1) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes)  1m35s290 (105 voltas)
2) Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes)  1m36s184  +0s894  (128)
3) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1m36s432  +1s142  (54)
4) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1m36s624  +1s334  (89)
5) Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 1m37s700  +2s410  (89)
6) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 1m37s825  +2s535  (109)
7) Daniel Ricciardo (AUS/RBR-Renault) 1m37s908  +2s618  (39)
8) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) 1m38s610  +3s320  (44)
9) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 1m39s242  +3s952  (56)
10) Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) 1m40s599  +5s309  (31)
11) Kamui Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) 1m42s285  +6s995  (19)
 

veja também