Corinthians tem melhor defesa da história dos pontos corridos

Corinthians tem melhor defesa da história dos pontos corridos

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:05
Corinthians tem melhor defesa da história dos pontos corridosCom seis gols sofridos em 14 jogos, o Corinthians tem, neste momento, a melhor defesa da história do Campeonato Brasileiro sob o formato dos pontos corridos, adotado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) desde 2003. A média de 0,42 gol por jogo supera a marca estabelecida pelo São Paulo, em 2007. Campeão nacional com quatro rodadas de antecedência naquela oportunidade, o Tricolor sofreu 19 gols em 38 jogos (média de 0,5 gol por jogo).
 
A consistência da equipe alvinegra na marcação é evidente, e tornou-se uma marca registrada do técnico Tite. Desde que chegou ao Corinthians, para sua segunda passagem pelo clube, no fim de 2010, o comandante imprimiu seu estilo à formação tática do Timão. Todos, até mesmo os atacantes, são responsáveis pela marcação. As estatísticas refletem o senso coletivo de pressão sem a posse de bola. Emerson Sheik, por exemplo, é um dos maiores "ladrões de bola", mesmo atuando no setor ofensivo.
 
A dupla de zaga titular, atualmente, é composta por Gil e Paulo André. Enquanto o primeiro chegou ao Corinthians no início desta temporada, tomou a vaga de Chicão e se tornou um dos maiores destaques da equipe (é recordista de jogos em 2013, com 45 disputados), o outro completou quatro anos de clube e se firmou após a venda de Leandro Castán – titular na conquista da Taça Libertadores da América – ao Roma.
 
Quando se firmou como a melhor defesa da história dos pontos corridos, em 2007, o São Paulo atuava no esquema 3-5-2 de Muricy Ramalho. Alex Silva, Miranda e Breno formavam a sólida retaguarda, que foi fundamental para a conquista do quinto título brasileiro da história do clube. Vale ressaltar que, na 11ª rodada da competição naquela temporada, o Tricolor havia sofrido apenas três gols – média de 0,27 por jogo.
 
Dos dez Brasileiros disputados por pontos corridos até hoje, em cinco deles o campeão teve a melhor defesa: São Paulo (2006 e 2007), Fluminense (2010 e 2012) e Corinthians (2011). Tite evita elogios ou comentários setorizados em seu time. Ele julga que a defesa pouco vazada seja trunfo mais da consistência da equipe como um todo do que da boa fase de jogadores específicos. No esquema 4-2-3-1, o treinador faz com que até mesmo o pivô, isolado no ataque, volte para ajudar no combate à saída de bola adversária.
 
O bom desempenho da defesa do Corinthians não vem de hoje. Campeão paulista, o Timão também foi o menos vazado do torneio estadual, com 18 gols sofridos em 23 jogos. Na Libertadores do ano passado, a equipe teve uma das melhores defesas da história da competição continental, com apenas quatro gols sofridos em 14 jogos.
 
Na história do Campeonato Brasileiro – sob esta nomenclatura, ou seja, desde 1971 – a defesa mais eficiente de todos os tempos foi a do Palmeiras de 1973, que conquistou o bicampeonato brasileiro naquele ano. A escalação da retaguarda alviverde, composta por Leão, Eurico, Luís Pereira, Alfredo e Zeca é lembrada até hoje por torcedores. Foram apenas 13 gols sofridos em 40 jogos, uma média de 0,32.
Siga-nos

Mais do Guiame