MENU

Crise eterna? São Paulo leva golaço e sucumbe ao San Lorenzo

Equipe comandada por Muricy Ramalho cria pouco e vê Cauteruccio chapelar Tolói antes de marcar e garantir triunfo dos argentinos

fonte: terra.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 2 Abril de 2015 as 8:41

São Paulo x San Lorenzo
São Paulo x San Lorenzo

O caminho do hotel para o estádio já parecia um aviso de que o São Paulo não teria uma noite fácil nesta quarta-feira. Após enfrentar um trânsito inimaginável nas ruas de Buenos Aires, o que fez os brasileiros se atrasarem e a partida ser adiada em 18 minutos, o São Paulo não conseguiu segurar a pressão do San Lorenzo e acabou perdendo no estádio Nuevo Gasômetro, pela quarta rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores . Cauteruccio, após grande jogada individual, marcou o único gol do jogo e garantiu a vitória por 1 a 0 para os donos da casa. Veja todos os detalhes do confronto.

Apesar da derrota, o São Paulo continua na segunda posição do Grupo 2, atrás apenas do Corinthians, líder isolado da chave. Agora, o San Lorenzo encosta no clube tricolor, com os mesmos seis pontos conquistados, mas perde no saldo de gols e, por isso, aparece no terceiro lugar.

Apesar de não criar absolutamente nada no setor ofensivo, o São Paulo compensou com uma partida muito segura defensivamente, quase não levando sustos dos donos da casa. Pressionado no campo de defesa durante quase todo primeiro tempo, a equipe brasileira errou apenas em um dos cruzamentos, única arma dos argentinos, quando Toloi e Lucão não viram a chegada de Blanco, que, apesar de sozinho, cabeceou longe da meta defendida por Rogério Ceni.

Com Centurión no lugar de Alan Kardec, que se machucou no fim da primeira etapa, o São Paulo ganhou mais movimentação no setor ofensivo e começou melhor na etapa final. Ao invés de ficar esperando os argentinos no campo de defesa, a equipe comandada por Muricy Ramalho começou a arriscar mais troca de passes no ataque e arrancadas individuais. Porém, sem acertar o passe final, não criaram problemas para o San Lorenzo.

Os argentinos, por sua vez, apostavam apenas nas bolas alçadas na área, todas bem interceptadas pela zaga são-paulina. Porém, em desses chutões para frente, o ataque do San Lorenzo brilhou. Lucão não conseguiu interceptar pelo alto e viu Cauteruccio aplicar um chapéu em Rafael Tolói, invadir a área e bater forte para abrir o placar. O São Paulo até tentou esboçar uma reação, mas não parou na marcação rival e acabou sucumbindo ao San Lorenzo.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Danubio, na próxima quarta-feira, no Uruguai, enquanto o San Lorenzo vem ao Brasil enfrentar o Corinthians , na quinta-feira, na Arena em Itaquera.

Ganso não brilha e é cornetado

Muricy Ramalho deu mais uma chance, mas Paulo Henrique Ganso não aproveitou. Depois de cogitar barrar o camisa 10 na partida desta quarta-feira, o técnico do São Paulo escalou o meia entre os titulares, mas não viu uma reação do jogador. Jogando um pouco mais recuado, Ganso se "escondeu" na criação ofensiva e fui duramente criticado nas redes sociais.

 

 

veja também