MENU

Após acidente de jangada, Mãe e filha são enterradas em São Paulo

Josie e Melissa Favari morreram durante passeio de barco no domingo. Enterro ocorreu na manhã desta terça-feira (14), em São Caetano do Sul.

fonte: Globo.com

Atualizado: Terça-feira, 14 Outubro de 2014 as 4:01

Os corpos de Josie Paiva de Oliveira Favari, de 31 anos, e Melissa de Oliveira Favari, de apenas 2 anos, mortas em acidente de barco no Rio Grande do Norte no domingo (12), foram enterrados na manhã desta terça-feira (14), no Cemitério Cerâmica, em São Caetano do Sul, no ABC Paulista. A informação foi confirmada por familiares das vítimas.

Mãe e filha morreram afogadas após a jangada em que estavam virar durante um passeio nos parrachos de Maracajaú, no litoral Norte potiguar. Valmir de Favari, de 57 anos, sogro de Josie e avó de Melissa, disse ao G1 por telefone que a família está muito abalada com a tragédia. “Todo mundo ainda está muito chocado", afirmou. O sepultamento ocorreu por volta das 11h.

A família das turistas paulistas cobra a apuração do caso. Segundo Valmir, eles querem uma investigação sobre as condições da embarcação. "As vidas da minha neta e nora não voltam, mas temos que saber quem teve culpa no cartório. Se o barco não tinha condição alguém vai ter que ser responsável. É preciso apurar."

A Capitania dos Portos abriu um inquérito para investigar as causas e circunstâncias do acidente. O prazo para conclusão é de 90 dias. De acordo com o capitão dos portos, Alexander Neves, a princípio a informação é de que todos os passageiros estavam com colete salva vidas e o número de pessoas na embarcação estava dentro da capacidade máxima.

Valmir soube da notícia pelo filho, Alessandro Favari, que estava na jangada com a mulher e a filha no momento do acidente. "Estava sem acreditar ainda. Chorou e pediu ajuda. Minha filha e irmã dele viajou para dar um apoio. O hotel em que eles estavam hospedados e o banco em que minha nora trabalhava também estão dando assistência", diz.

Alessandro morava com a mulher e filha em São Paulo, mas sua família é de São Caetano do Sul. O corpo de mãe e filha foi liberado pelo Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep) na segunda (13). De acordo com Valmir de Favari, a família chegou ao Rio Grande do Norte na última sexta-feira (3) para aproveitar as férias de Alessandro. Os três retornariam para São Paulo na quarta-feira (15).

O acidente
A ocorrência registrada na Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal, informa que a embarcação voltava de um passeio aos parrachos quando foi atingida por uma onda e virou. Mãe e filha foram resgatadas por outras embarcações. Josie morreu ao entrar na ambulância do Samu. Já a filha faleceu ao chegar no hospital de Extremoz. O caso também será investigado pela Polícia Civil.

Os parrachos de Maracajaú, no município de Maxaranguape, são um dos pontos turísticos mais visitados do estado.

veja também