MENU

Cantareira sobe para 11,7%; todos os sistemas da Grande SP têm alta

Cantareira não cai desde o começo de fevereiro, mas SP ainda vive crise. Sistema Guarapiranga teve a maior alta, indo de 61,8% para 62,3%.

fonte: globo.com

Atualizado: Terça-feira, 3 Março de 2015 as 8:21

reservatórios sobem
reservatórios sobem

O nível de água do Sistema Cantareira começou o mês de março em alta e voltou a subir pelo 2º dia seguido, passando de 11,6% para 11,7% nesta segunda-feira (2). Os demais cinco sistemas que abastecem a Grande São Paulo também subiram, segundo relatório diário da Sabesp.
Fevereiro

O nível do Cantareira fechou fevereiro em 11,4%, no melhor mês do sistema desde o começo da crise, em janeiro de 2014. As chuvas ficaram 61,9% acima da média histórica, e o volume subiu 5,1 pontos percentuais, uma vez que estava em 5% no começo do mês. Em março, que fecha a estação chuvosa, são esperados 178 milímetros de precipitação.

Até sexta (27), quando o nível ficou estável, com 11,4%, as represas vinham em uma sequência de 21 dias seguidos de alta no volume, que não caiu nenhuma vez em fevereiro.

Apesar disso, o conjunto de represas do Cantareira, que abastece 6,2 milhões de pessoas na Grande São Paulo, conseguiu recuperar apenas o 2º volume morto neste mês de fevereiro. A reserva técnica foi adicionada em outubro e elevou o nível em 10,7 pontos percentuais, ou 105,4 bilhões de litros.

A elevação, porém, deu-se graças a uma operação de contingência, com menor retirada de água do sistema e redução da pressão na rede em São Paulo. Na prática, a a medida tem deixado parte da população sem água em determinados períodos.

 

 

 

veja também