MENU

Cerca de 1000 árvores caíram em menos de 20 dias em SP

Prefeitura afirma que 66% delas estavam sadias. Causa das quedas precisa ser estudada, segundo secretário.

fonte: globo.com

Atualizado: Quarta-feira, 14 Janeiro de 2015 as 9:47

queda de árvores
queda de árvores

Cerca de mil árvores caíram em São Paulo em menos de 20 dias, segundo levantamento da Prefeitura divulgado pelo Bom Dia São Paulo. A administração municipal afirma que mais da metade delas estava sadia. Por outro lado, muitas pessoas dizem que já fizeram várias reclamações, mas não tiveram retorno.

A pesquisa aponta que 600 delas caíram apenas em 3 dias de temporal: em 29 de dezembro, 7 e 12 de janeiro.

Os engenheiros da Prefeitura analisaram amostras de cerca de cem dessas árvores e concluíram que 66% delas estavam sadias. Segundo o secretário das subprefeituras, as outras 34% tinham problemas, como cupim, por exemplo, mas não estavam ameaçadas de cair.

“O que nós precisamos fazer é estudar esse fenômeno. Eu não estou afirmando que foi só o vento, mas com certeza está acontecendo alguma coisa na cidade, e o vento é a única coisa que está se destacando, que derrubou em 12, 13 dias o que estava previsto para meio ano”, disse o secretário Ricardo Teixeira, da Coordenação das Subprefeituras. 

A Prefeitura afirma que 90% das árvores caídas nos últimos dias já foram removidas e que fez mais de 100 mil podas, 14 mil remoções e cerca de 11 mil substituições de árvores no ano passado.

Muitas pessoas, porém, reclamam da demora da Prefeitura para atender os chamados. Um morador da Zona Sul acordou na sexta-feira (9), depois do temporal, com o pinheiro que ele plantou há 35 anos tombado no quintal. As raízes levantaram até a calçada. O portão não abre completamente. A casa onde o pinheiro foi plantado está ameaçada. O muro da residência vizinha também ficou destruído com a queda da árvore.

“A Prefeitura veio aqui e disse que não podia tirar porque era propriedade particular, Então, vieram os bombeiros e disseram que a Eletropaulo tem que desligar a eletricidade para poder retirar com segurança. A Eletropaulo nunca vem”, afirmou o estudante Bruno Nasralla.

A Subprefeitura de Santo Amaro disse que vai fazer uma vistoria no local ainda nesta quarta-feira mesmo. A Eletropaulo também disse que vai mandar uma equipe ao local.

Norma diz que liga constantemente para reclamar de uma árvore que fica perto de sua casa, na Avenida Jônia, em Santo Amaro. Em 2005, a Prefeitura até emitiu um laudo dizendo que ela deveria ser removida. A árvore acabou caindo na sexta-feira (9), depois de um temporal, em Santo Amaro. “Podia ter matado alguém”, afirmou a moradora.

A Subprefeitura de Santo Amaro disse que os engenheiros não constataram a necessidade de remoção da árvore e que, desde os primeiros chamados, a avaliação foi de que o estado da árvore era sadio.

veja também