MENU

Chuva faz reservatórios de água subirem em SP

Apesar dos resultados, situação ainda é crítica

fonte: msn.com

Atualizado: Segunda-feira, 9 Março de 2015 as 8:26

Vista da Represa de Guarapiranga
Vista da Represa de Guarapiranga

SÃO PAULO - Todos os grandes mananciais que abastecem a Grande São Paulo registraram alta em seus níveis de água neste domingo, 8, na comparação com o sábado, 7. É o que mostram dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

No caso do Sistema Cantareira, que fornece água para mais de 6 milhões de pessoas, subiu de 11,9% para 12,3%. No período, houve registro de 25,7 milímetros, o que corresponde a 14,4% do total de chuva prevista para o mês sobre o manancial.

Já o nível de água no reservatório Alto Tietê cresceu 0,3 ponto percentual, alcançando a marca de 19,1% da capacidade total. A quantidade de chuva entre o sábado e domingo no local foi de 25,6 mm.

A reserva hídrica acumulada no Sistema Guarapiranga passou, de um dia para o outro, de 64,2% para 67,7%. Esse manancial foi o que recebeu mais chuva entre os dois dias, 39,6 mm, e agora tem 65,6% dos 153,2 mm previstos para todo o mês de março.

Por sua vez, o Alto Cotia subiu 0,9 ponto percentual, elevando-se para 44,8% de sua capacidade. Os Sistemas Rio Grande e Rio Claro subiram, respectivamente, de 86,6% para 87,7% e de 38,8% para 38,9%.

É preciso lembrar que apesar da elevação da reserva de todos esses mananciais, a Região Metropolitana de São Paulo ainda enfrenta uma grave crise hídrica, com restrições de fornecimento de água em vários bairros e cidades. Historicamente, as chuvas nessa área diminuem muito a partir de abril e, com isso, a reserva dos sistemas pode parar de subir nos próximos meses, levando a um provável agravamento do abastecimento de água.

A recomendação para todos o consumidores de água é um uso racional e, sempre que possível, em quantidades menores.

 

 

 

veja também