MENU

Chuva aumenta vazão pelo 2º dia e atinge 29 cidades no PR

Mais de 3 mil pessoas foram atingidas pela chuva desde quarta (24). Chuva deve continuar no estado até quarta-feira (1º), segundo Simepar.

fonte: Globo.com

Atualizado: Terça-feira, 30 Setembro de 2014 as 1:39

O número de municípios prejudicados pela chuva que atinge o Paraná desde quarta-feira (24) subiu de 25 para 29 conforme um boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual – às 9h desta terça-feira (30). Ao todo, 3.048 moradores foram atingidos e tiveram suas casas danificadas. A maior parte dos prejuízos ocorreu em virtude da queda de granizo e dos vendavais.
Do total de atingidos, 42 pessoas tiveram que deixar as residências. Destes, 38 permanecem desalojados. Ainda conforme o boletim, o município mais atingido até a manhã desta terça-feira era Bom Jesus do Sul, no sudoeste, com cerca de 1,2 mil atingidos.

Cataratas do Iguaçu
No oeste do estado, as Cataratas do Iguaçu amanheceram pelo segundo dia seguido com a vazão acima do normal em função das chuvas. Segundo dados do monitoramento hidrológico do Rio Iguaçu feito pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), por volta das 12h, o volume de água no atrativo ultrapassou os 8,4 milhões de litros por segundo (l/s), quase seis vezes superior à média de 1,5 milhão de litros por segundo. Na segunda-feira (29), a marca chegou a 5,5 milhões de l/s.

Na região noroeste, uma criança ficou ferida durante o temporal que atingiu Cruzeiro do Oeste na noite de segunda-feira após uma telha cair da casa onde ela mora com a família. Nesta terça-feira (30), cinco pessoas estavam desalojadas e 15 casas permaneciam destelhadas na cidade. Ao todo, foram distribuídos 500 metros de lona. O município ainda registrou 10 pontos de alagamento e 15 árvores caíram. Ainda não há dados sobre os estragos na área rural.

Em Mirador, a 50 km de Paranavaí, a Defesa Civil municipal acredita que mais de 100 casas foram atingidas pelo temporal. Até o momento, foram distribuídas lonas para mais de 30 casas. "Nós ainda não terminamos de percorrer o município, passamos em apenas quatro ruas. Mas, estamos prevendo que pelo menos 120 casas foram destelhadas", diz o diretor operacional do órgão em Mirador, Graciel José Neto. Os telhados de três casas foram completamente destruídos. Quatro famílias foram levadas para casas de parentes e pelo menos 30 árvores caíram sobre a rede elétrica. Por pouco, uma delas caiu ao lado de uma residência. Na área rural, o vento derrubou um barracão utilizado para a retirada de leite.

De acordo com a Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), na região de Paranavaí, 23.799 unidades consumidoras tiveram o fornecimento de luz interrompido na noite de segunda-feira. Nesta terça-feira, pelo menos 10% dessas unidades continuam sem energia. Conforme a Copel, o fornecimento deve ser normalizado até o final do dia.
Os municípios atingidos em todo o estado são: Apucarana, Araruna, Barracão, Bituruna, Bom Jesus do Sul, Bom Sucessso, Cafelândia, Carambeí, Cascavel, Centenário do Sul, Chopinzinho, Corbélia, Cruzeiro do eoste, Francisco Beltrão, General Carneiro, Goioerê, Guarapuava, Mato Rico, Nova Cantu, Nova Tebas, Peabiru, Pitanga, Querência do Norte, Roncador, Rosário do Ivaí, Santo Antônio da Platina, São José das Palmeiras, Toledo, Ubiratã.

Mais chuva
A chuva deve continuar até quarta-feira (1º) em todo o estado com previsão de novos temporais, segundo o Instituto Tecnológico Simepar. O sol deve predominar a partir de quinta (2) e as temperaturas diminuem a partir de sexta-feira (3).

veja também