MENU

Com letra de música, namorada faz post emocionado para Ricardinho

Modelo Karoline Esser usa redes sociais para compartilhar mensagem. Surfista faleceu neste terça-feira. Sepultamento está marcado para as 10h desta quarta

fonte: globo.com

Atualizado: Quarta-feira, 21 Janeiro de 2015 as 9:48

Namorada homenageia surfista
Namorada homenageia surfista

A comoção pela morte do surfista Ricardo dos Santos continua. Nesta quarta-feira, a namorada do jovem usou as redes sociais para compartilhar uma mensagem emocionada para o catarinense. A modelo Karoline Esser postou uma foto com Ricardinho com a letra de uma música ''Para fazer você Feliz'', do cantor Tim Maia. Após ser baleado, ele não resistiu e faleceu aos 24 anos.

Na noite desta terça-feira, o Salão Paroquial da Igreja da Guarda do Embaú, em Palhoça, recebeu o corpo de Ricardinho por volta das 23h10. O sepultamento está marcado para as 10h desta quarta no cemitério de Paulo Lopes, cidade vizinha, também na Grande Florianópolis, mas pode ocorrer no período da tarde porque amigos de outros países devem participar do ato.

Inicialmente, a família havia optado pela cremação do corpo, para depois jogar as cinzas no mar da Guarda do Embaú. No entanto, os parentes decidiram realizar o enterro devido à dificuldade nos trâmites para emissão da escritura. O surfista, alvejado com três tiro que atingiram tórax e abdômen por um policial militar, não resistiu ao choque hemorrágico e disfunção de múltiplos órgãos, e morreu no início da tarde desta terça-feira.

O surfista faleceu um dia depois de levar três tiros em frente à sua casa, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina. O surfista passou por quatro cirurgias no Hospital Regional de São José, mas perdeu muito sangue e não resistiu aos múltiplos ferimentos que atingiram pulmão e tórax. Familiares e amigos se desesperaram na entrada do hospital após a notícia e mãe chegou a desmaiar.

O caso

Na manhã da última segunda-feira, Ricardinho e o avô, Nicolau dos Santos, faziam uma obra em casa, na Guarda do Embaú. O carro do PM Luiz Brentano, que é de Joinville e estava de folga, teria parado em cima de um cano em frente à casa do surfista. O parente pediu para que os dois homens retirassem o carro do local para que o reparo no cano pudesse ser feito. O policial teria se negado, e Ricardinho foi tirar satisfações, levando três tiros no tórax e abdômen.

O surfista foi levado ao hospital pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros e deu entrada consciente. Ele sofreu com as hemorragias, passou por quatro cirurgias, ficou na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não conseguiu reagir ao tratamento.

O quarto procedimento cirúrgico de Ricardinho foi encerrado no final da manhã desta terça. O corpo médico conseguiu conter nova hemorragia, que havia surgido de manhã, e o surfista foi encaminhado novamente para a UTI. No entanto, mais uma vez, ele voltou a sofrer com sangramentos internos e sofreu uma parada cardíaca. A mãe Luciene dos Santos, e a namorada, Karoline Esser, foram chamadas para o interior do hospital e voltaram chorando muito.

veja também