MENU

Em Brasília, manifestantes fecham a entrada da UnB

fonte: Globo.com

Atualizado: Quarta-feira, 21 Maio de 2014 as 8:17

UnBEm greve há 66 dias, técnicos-administrativos queimaram pneus para fechar dois acessos à Universidade de Brasília pela via L4 Norte na manhã desta quarta-feira (21). O grupo reivindica redução da jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais, repudia a instalação do ponto eletrônico e pede o reconhecimento dos mestrados e doutorados feitos no exterior. De acordo com o Ministério do Planejamento, o acordo feito com a categoria vale até 2015 e não há previsão de uma nova proposta até lá.

Equipes do Corpo de Bombeiro estiveram no local para tentar negociar com os manifestantes. Os motoristas precisaram improvisar um retorno para poder chegar à universidade. As aulas começam às 8h. A pista também dá acesso ao Lago Norte.

A categoria já havia participado de um protesto na segunda, quando 200 trabalhadores ocuparam a reitoria da instituição. A UnB tem 2,5 mil técnicos-administrativos, trabalhando em áreas como a biblioteca, no decanato, no almoxarifado, na secretaria e na jardinagem.

A categoria entrou em greve no dia 17 de março, seguindo a mobilização nacional. Em todo o país são 180 mil trabalhadores e pensionistas, em 53 instituições federais. A paralisação foi aderida por 39 funiversidades.

veja também