MENU

Em Natal, quatro americanos são pegos na 'Lei seca' e vão presos

Em Natal, americanos são pegos na 'Lei seca' e vão presos

fonte: Globo.com

Atualizado: Terça-feira, 17 Junho de 2014 as 1:28

Blitz da Lei Seca foi realizada na Av. Engenheiro Roberto Freire, na Zona Sul de NatalA Polícia Militar e o Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte prenderam sete motoristas, entre eles quatro americanos, que foram flagrados embriagados durante uma blitz da operação Lei Seca realizada na madrugada desta terça-feira (17) na Avenida Engenheiro Roberto Freire, uma das mais movimentadas da Zona Sul de Natal.
Além dos detidos, os policiais recolheram 38 carteiras de motorista como punição administrativa, sendo que a metade delas pertence a estrangeiros. Os presos foram encaminhados à delegacia e só foram liberados após pagamento de fiança.

Segundo o tenente Styvenson Valentim, coordenador da operação, ao todo foram feitos 568 testes de bafômetro. A blitz foi realizada entre a 0h e as 4h.

Estrangeiros em Natal
Milhares de turistas de vários países estão na capital potiguar para acompanhar as quatro partidas que a cidade recebe durante a Copa do Mundo. Na sexta-feira (13), a seleção mexicana ganhou de Camarões por 1 a 0 na Arena das Dunas. Na noite de segunda-feira (16), Gana e EUA estrearam no Mundial, em Natal, e os americanos venceram por 2 a 1.
As outras duas partidas ainda serão disputadas: Japão e Grécia jogam nesta quinta-feira (19), às 19h; e Itália e Uruguai se enfrentam no dia 24, às 13h.

Estatísticas
O Departamento de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Norte revelou que reteve 1.162 habilitações em operações da Lei Seca feitas em Natal e na Região Metropolitana apenas nos primeiros quatro meses do ano – o equivalente a mais que o dobro das carteiras apreendidas em 2013, período em que 534 condutores tiveram sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida.
Os documentos retidos, de acordo com o Detran, envolvem motoristas que foram flagrados dirigindo sob a influência de álcool – o que resultou na prisão de 303 condutores.
A quantidade de CNHs recolhidas é superior à população de condutores em 123 cidades do estado, o que representa 73,65% dos municípios.

Lei Seca
As regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito: 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.

Nesse caso, a pena é de detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação.
Condutores autuados por esse tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa, perdem 7 pontos na carteira e têm a CNH apreendida. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.

Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.
No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

veja também