MENU

Em Santa Catarina, carro é seguido e cai em barranco, matando mãe e filha

Também estavam no mesmo veículo a irmã e o cunhado, que sobreviveram. Dois carros foram achados em barranco; em um deles não havia ninguém.

fonte: Globo.com

Atualizado: Quinta-feira, 18 Setembro de 2014 as 2:38

Uma mãe de 15 anos e a filha dela, de 9 meses, morreram após o automóvel em que estavam cair em um barranco na madrugada desta quinta-feira (18) em Ponte Serrada, no Oeste catarinense. A irmã e o cunhado, que também estavam no carro, tiveram ferimentos leves. Dois veículos se envolveram no acidente. O segundo carro teria perseguido o automóvel da família antes de ambos caírem no barranco.

Por volta de 0h a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi informada do acidente, no km 446,7 da BR-282. Quando chegaram no local, os agentes encontraram dois automóveis, um Palio com placas de Passos Maia e um Gol de Catanduvas caídos em um barranco de aproximadamente 30 metros

No Gol foram encontradas as duas vítimas fatais: Pamela Ferreira da Cruz, de 15 anos, e a filha dela, Natally Vitória Ferreira da Cruz, de 9 meses. A irmã de Pamela, uma jovem de 21 anos, e o marido desta, de 23 anos, tiveram ferimentos leves. Eles foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros de Ponte Serrada e o jovem foi encaminhado ao Hospital Santa Luzia, na mesma cidade. Ele era o condutor do Gol.

No Palio, não havia ninguém, segundo a PRF. Dentro do carro foram encontrados documentos de um homem de 27 anos.

Perseguição
O motorista do Gol disse à polícia que retornava de Ponte Serrada para Catanduvas. Logo que iniciou a viagem, percebeu que o Palio estava o seguindo. Quando chegou em uma curva, foi fechado pelo outro carro, que o obrigou a parar. Em seguida, o motorista do Palio saiu do automóvel com uma barra de ferro e começou a bater no Gol.

Então, o condutor de 23 anos conseguiu retornar para pista no sentido Ponte Serrada para buscar ajuda. Porém, próximo ao km 446,7, o Palio colidiu com o Gol e o motorista deste perdeu o controle. Os dois carros saíram da pista e caíram no barranco. Mãe e filha foram lançadas para fora do automóvel.

À polícia, o motorista do Gol disse não conhecer o outro condutor. Porém, ele afirmou que era a pessoa cuja foto estava nos documentos encontrados dentro do Palio. Conforme a Polícia Civil, o homem de 27 anos possui 47 boletins de ocorrência, a maioria deles por lesão. A polícia não soube informar o que poderia ter motivado a perseguição na rodovia.

 

veja também