MENU

Em Santa Catarina, chuvas afetam 400 mil e deixam 2 mortos

Em Santa Catarina, chuvas afetam 400 mil e deixam 2 mortos

fonte: Globo.com

Atualizado: Sexta-feira, 13 Junho de 2014 as 9:53

Foram 30 decretos de situação de emergência e dois de calamidade públicaSanta Catarina registrava até a tarde desta quinta-feira (12) cerca 400 mil pessoas em 42 municípios afetadas - de forma direta ou indireta - pelas chuvas, de acordo com dados da Defesa Civil de Santa Catarina. O órgão informou nesta data relatório atualizado com base em dados disponibilizados pelos municípios prejudicados. Conforme o novo levantamento, subiu para 50 mil o número de desalojados e aproximadamente 6 mil, desabrigadas.

O estado contabilizou 28 feridos devido às pelas fortes chuvas que caíram entre a noite da última sexta (6) e a madrugada de segunda (9). Duas mortes foram confirmadas, em Guaramirim e Mafra. Até a noite desta quinta foram oficializados 30 decretos de situação de emergência (veja lista abaixo) e duas cidades em estado de calamidade pública: Rio Negrinho e Guaramirim, no Norte do estado.

As cidades que decretaram emergência são: Major Vieira, São Bento, Papanduva, Jaraguá do Sul, Vitor Meireles, Corupá, Rio dos Cedros, Porto União, Itaiópolis, Timbó Grande, Rio das Antas, Timbó, Rodeio, Matos Costa, Calmon, Presidente Getúlio, Monte Castelo, Santa Terezinha, Balneário Barra do Sul, Dona Emma, José Boiteux, Rio do Campo, São João do Itaperiu, Doutor Pedrinho, Taió, Salete, Rio do Oeste, Lebon Régis, Araquari, Campo Alegre.

Regiões mais atingidas
As áreas que registraram maior número de problemas devido as chuvas ficam no Norte catarinense e no Vale do Itajaí. O município de Corupá, no Norte, registrou o maior volume de precipitação (462 milímetros em 96 horas, segundo a Epagri/Ciram).
De acordo com a Defesa Civil estadual, por solicitação das prefeituras, foi liberado para as famílias afetadas 7.046 cestas básicas, 1.775 colchões de casal e solteiro, 1.536 kit´s de acomodação, 12.828 kit´s de higiene e limpeza, além de 3.134 galões de água de cinco litros. Ainda conforme o órgão, os números devem aumentar nos próximos dias.

Abrigos públicos
No Norte do estado, há mais de 40 abrigos públicos. Segundo a Defesa Civil estadual, a cada hora que passa, chegam mais pessoas nos locais públicos para desabrigados. O município que tem o maior número de abrigos é Mafra, com 13 estruturas. Em Porto União, são 10 em funcionamento. Canoinhas e Três Barras contam com seis.
Rio Negrinho, Rio dos Cedros, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Balneário Barra do Sul e Araquari têm um abrigo cada. Nos locais, os desabrigados recebem colchão, materiais de higiene, alimento e atendimento necessário.

Meteorologia
A previsão do tempo indica chuva para sexta-feira (13) e sábado (14). Segundo o meteorologista Leandro Puchalski, o fenômeno deve se concentrar do Oeste ao Sul de Santa Catarina, mas há riscos para todas as cidades catarinenses.
De acordo com a Defesa Civil, caso a previsão se confirme, haverá risco de deslizamentos, especialmente do Norte ao Vale do Itajaí devido aos elevados acumulados de chuvas que ocorreram nos últimos dias. Conforme o órgão, os níveis dos rios no Norte estão em cotas de emergência e continuam subindo, mesmo sem ter chovido desde domingo (8).

veja também