MENU

Garota é atropelada, perde dentes e passa por cirurgia: 'Não me ajudou'

Jovem estava saindo da casa do namorado quando foi atropelada. Motociclista fugiu sem prestar socorro e ainda não foi localizado.

fonte: Globo.com

Atualizado: Segunda-feira, 17 Novembro de 2014 as 9:46

Jovem foi atropelada em Santos, SP (Foto: Larissa Magalhães / Arquivo Pessoal)Jovem foi atropelada em Santos, SP
(Foto: Larissa Magalhães / Arquivo Pessoal)

 

Uma estudante de Santos, no litoral de São Paulo, foi atropelada por uma moto, sofreu múltiplas fraturas e perdeu os dentes e ossos da gengiva. Após passar por cirurgias e ficar internada, Larissa Ribeiro Magalhães, de 18 anos, utiliza as redes sociais para tentar encontrar o responsável pelo atropelamento que, segundo ela, fugiu sem prestar socorro.

O atropelamento aconteceu no dia 21 de outubro. Larissa estava saindo da casa do namorado quando sofreu o acidente. “Minha mãe foi me buscar e estava me esperando do outro lado da rua. Eu atravessei na faixa de pedestres e o semáforo estava verde para mim. Mesmo assim, olhei e não estava vindo carros e motos. Ele veio em alta velocidade, do nada”, explica.

Desesperada com o acidente, a mãe de Larissa não aguardou a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ela mesma socorreu a filha e a levou para o Hospital São Lucas. Lá, Larissa teve de passar por exames e cirurgias. “Ele me atingiu em uma perna. Quebrei a tíbia e a fíbula, além de quatro dentes. Ele ainda me xingou e fugiu.”, disse.

Larissa perdeu dentes no acidente (Foto: Larissa Magalhães / Arquivo Pessoal)
Larissa perdeu dentes no acidente (Foto: Larissa
Magalhães / Arquivo Pessoal)

Com a perda dos dentes e de alguns ossos da gengiva, a estudante afirma que não tem saído de casa e que está passando por momentos complicados de autoestima. “A autoestima está baixa por ter perdido os meus dentes. Tinha acabado de começar a trabalhar e, agora, não saio de casa por causa disso. Estou me sentindo muito triste”, completa.

Larissa ainda se recupera das fraturas e do choque do acidente. Mesmo assim, ela explica que buscará meios de descobrir quem foi o responsável pelo atropelamento. “Fui na delegacia e cederam as imagens da prefeitura. O problema é que, como não tinha ninguém monitorando, a placa não foi identificada. Vamos continuar tentando até descobrir quem foi que fez isso comigo”, finaliza.

Estudante teve de passar por cirurgia na perna (Foto: Larissa Magalhães / Arquivo Pessoal)
Estudante teve de passar por cirurgia na perna (Foto: Larissa Magalhães / Arquivo Pessoal)

veja também